FEMINISMO – ser mulher nos dias de hoje é…

Compartilhe esta notícia!

Jéssica Brandão

Você sabe qual o papel da mulher na sociedade? Talvez não seja tão simples assim de responder essa pergunta, eu sei. Mas fica mais fácil se você refletir um pouco sobre os seus principais desafios e lutas do dia a dia.
Durante muitos e muitos anos, tentaram definir o que seria um “comportamento esperado de uma mulher”: sendo o sexo frágil, maternal e sensível! E se antes a mulher moderna era aquela que dominava os eletrodomésticos como ninguém, hoje ainda há quem aponte como a profissional antenada, que dá conta das tarefas domésticas, educa bem os filhos e está sempre disposta, bonita e com o sorriso no rosto. E afinal de contas, o que mudou?
Reflita por um instante e me diga, hoje, você está onde gostaria de estar? Pergunto isso pois, nem sempre o lugar destinado a uma mulher, é o lugar que ela deseja ocupar. Conquistar um território, ainda mais se ele for predominantemente masculino, exige ainda muito mais da mulher para que esse espaço seja construído! Vou dar um exemplo, existe praticamente um senso comum de que “mulheres não entendem de política, futebol e tecnologia”. Vamos combinar, os Jogos Olímpicos de Tóquio, está aí para mostrar quem é que são as protagonistas não é mesmo?
É muito importante assegurar que as diretrizes voltadas para o empoderamento das mulheres passem de fato a integrar a cultura institucional da empresa. E algumas formas de fazer isso acontecer, é lutarmos e mostrar nossos interesses diante a igualdade na sociedade.
A diversidade de gênero só acontece na prática se existirem iniciativas transparentes e focadas em resultados. Esse compromisso precisa existir por razões de ética e pelo reconhecimento de que as mulheres merecem oportunidades iguais.
E cada mulher, responderá de forma individual, de acordo com as suas lutas, suas histórias e suas vivencias sobre o que é ser mulher. O que é importante saber é que lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive se elas decidirem ficar em casa cuidando dos filhos, sendo mãe em tempo integral, é uma decisão! E não deve ser questionada. Somos livres para escolher aquilo que queremos e o que nos faz bem e não o que a sociedade “acha” que é o certo.
Reflita mais sobre o seu espaço, e não esqueça: VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA!
Nós mulheres, vivenciamos pressões sociais o tempo todo, mesmo com tanta modernidade, depois de tantas lutas e conquistas, ainda sofremos com comparações. Pressões estéticas tem sido uma das situações mais difíceis do momento, vivendo em pandemia, ficou ainda mais complicado. Existe uma falsa noção de que, existe a beleza ideal, e com isso achando que o corpo não é saudável. Mas, esse é um assunto para um outro artigo que vale muito a discussão.
“UMA MULHER DEVE SER DUAS COISAS: QUEM E O QUE ELA QUISER” – Coco Chanel

Jéssica Brandão – Gestão de Recursos Humanos / Articulista de Opinião / Redatora / PNL


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Obra da CPFL para melhorar o serviço deixa Vila Mendonça sem energia

Compartilhe esta notícia!Diego Fernandes – ARAÇATUBA Obra da CPFL para melhorar o serviço deixa Vila …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *