PÚBLICO - Segundo organizadores, houve adesão de cerca de 2 mil pessoas à carreata FOTO - ANTÔNIO CRISPIM

Histórico: Carreata em favor do trabalho movimenta centenas de veículos em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Em um movimento histórico para Araçatuba, a carreata em favor do trabalho e da vida, chamada de “Araçatuba Unida Pela Vida”, reuniu milhares de trabalhadores, empresários, e moradores do município neste sábado, dia 1º de maio, dia do trabalhador.

O movimento começou por volta das 9h e seguia até por volta de 11h, com manifestações de apoio a comerciantes, empresários, da liberdade religiosa e em favor do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com estimativa dos organizadores, foram 620 carros, 54 motos e 6 caminhões que participaram da carreata realizada neste sábado, em Araçatuba, movimentando cerca de 2 mil pessoas.

Estiveram presentes no manifesto representantes de entidades como o presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes, Euflávio de Carvalho; o gerente da Associação Comercial de Araçatuba, Osney Ferracioli; além de representantes de outras entidades, como o presidente do Sincomércio, Gener Silva, o vereador Lucas Zanatta (PV), apoiador do movimento, representantes da Uecar (União das Entidades de Classe de Araçatuba e Região), Luciane Bueno Pinese, uma das idealizadoras do ato.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL acompanhou o manifesto e chegou ao local de concentração dos manifestantes por volta das 9h. Muitas pessoas vestidas com camisa verde e amarela já estavam presentes, alguns carregando cartazes, outros carregando bandeiras do Brasil. Os carros já começavam a se aproximar do local, com adesivos em apoio ao comércio, ao presidente Jair Bolsonaro, ou simplesmente com bandeiras do Brasil expostas.

Um caminhão de som comandou os trabalhos do protesto. Em cima dele, o presidente da ACIA, Nei Ferracioli, comandou ao lado dos organizadores o manifesto e a carreata. No caminhão havia faixas de protesto sobre várias pautas.

“Pelo pão nosso de cada dia! Precisamos Trabalhar” dizia uma das faixas exposta no caminhão. “Lugar de criança é na escola” dizia outra faixa em apoio à manutenção dos estudantes nas salas de aula. “Presidente, eu autorizo o senhor a agir” dizia outro cartaz. Além disso, faixas do movimento Araçatuba Unida pela Vida e da UECAR (União das Entidades de Classe de Araçatuba e Região) também estava exposta.

Havia também um guindaste com uma bandeira verde amarela erguida, marcando território no local de concentração dos manifestantes. Um drone também estava percorrendo o local fazendo imagens da carreata.

Entre os manifestantes – todos eles de máscara – muitos cartazes de apoio ao presidente. Uma família inteira levou cartazes em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que é declaradamente a favor da liberdade de trabalho e contra o fechamento do comércio durante a pandemia.

Antes da carreata, empresários como Sildemar Paulucci e Gislaine Targa, organizadores do manifesto, fizeram discursos em defesa do trabalho e contra medidas do STF, o Supremo Tribunal Federal. O vereador Lucas Zanatta (PV) também aproveitou o momento para discursar em apoio à carreata. A Uecar, que participou da organização do evento, participou do ato com vários representantes.

Após uma oração comandada pelo gerente da Associação Comercial de Araçatuba, Nei Ferracioli, e a execução do hino nacional, os carros saíram por volta das 10h de frente ao prédio da Justiça Federal e seguiram pela avenida Joaquim Pompeu de Toledo até a rotatória da avenida Brasília.

De lá, os carros subiram a avenida, adentraram na rua Luiz Pereira Barreto e contornaram a praça Rui Barbosa, no centro da cidade. Depois disso, adentraram a rua Oswaldo Cruz, passaram em frente à Câmara Municipal, desceram a rua Tupi e chegaram à Avenida dos Araçás.

Os carros ainda passaram pela rua do Fico e avenidas Antônio Gomes do Amaral e João Arruda Brasil, até encerrar com nova oração em frente ao centro Cobrac e aos supermercados Rondon e Assaí.

Segundo Sildemar Paulucci, um dos organizadores, muita gente não conseguiu nem entrar na carreata por causa da quantidade de veículos. De um ponto alto no centro da cidade, era possível ver diversos quarteirões da rua Luiz Pereira Barreto tomados pelos veículos do protesto.

Todo o percurso foi sinalizado pela Polícia Militar, que interditou as vias por onde os carros passaram, liberando os locais de passagem logo em seguida ao fim da passagem da carreata.

“Hoje é um dia histórico pra gente aqui em Araçatuba, porque a gente conseguiu unir todos os setores, toda a família araçatubense, em prol da liberdade. A liberdade ao trabalho, a liberdade de ir e vir, sempre com responsabilidade”, afirmou Sildemar Paulucci, durante o evento, à reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL.

DISCURSO – Vereador Lucas Zanatta discursa para manifestantes antes da carreata

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Dupla presa pelo Baep com 29 quilos de haxixe

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BRAÚNA No fim da tarde dessa terça-feira (19), equipe do …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *