Acidente entre ônibus e caminhão mata sete pessoas e deixa 36 feridas

Compartilhe esta notícia!

FOTO: Bill Paschoalotto/TV Fronteira

Um grave acidente envolvendo um ônibus de turismo e uma carreta matou sete pessoas e deixou outras 36 feridas na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) no município de Parapuã, a 85 quilômetros de Araçatuba. O ônibus saiu de São Félix do Xingu (PA) e seguia para Carazinho (RS). Entre os mortos estão os dois irmãos motoristas do caminhão e o condutor do ônibus.

O acidente foi atendido pelas equipes da Polícia Rodoviária Estadual de Adamantina. O ônibus, pertencente à empresa Helios Coletivos e Cargas, seguia com 41 passageiros quando, na altura do quilômetro 387 da rodovia, o motorista teria tentado desviar de uma roda no meio da pista, mas perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com o caminhão, que pertence a uma transportadora da cidade de Osvaldo Cruz, no Oeste Paulista.

As vítimas mortas e feridas são de várias cidades do país, mas algumas delas de São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Osvaldo Cruz e Lucélia. Não havia informações de pessoas da região de Araçatuba. Após a batida, os policiais rodoviários realizaram o serviço de sinalização e auxiliaram o Corpo de Bombeiros e as ambulâncias da concessionária que administra o trecho com o resgate dos feridos e a retirada dos corpos.

A pista precisou ficar interditada por cerca de quatro horas, nos dois sentidos, até a finalização dos trabalhos das equipes da perícia técnica. O laudo deverá ficar pronto em alguns dias para auxiliar nas investigações. A Polícia Civil também já abriu inquérito para dar andamento às apurações do que pode ter causado a batida.

ESTADO DE SAÚDE

A Secretaria Estadual de Saúde atualizou na tarde dessa terça-feira (22) a situação dos sobreviventes. Segundo a pasta, das 36 pessoas socorridas, 22 tiveram alta hospitalar após melhora clínica. As outras 14 seguiam internadas, sendo seis na Santa Casa de Osvaldo Cruz, quatro na Santa Casa de Tupã, três no Hospital das Clínicas de Marília e uma na Santa Casa do mesmo município.

As mortes dos motoristas e dos outros passageiros aconteceram antes mesmo de conseguirem chegar às unidades hospitalares. “A Secretaria de Estado da Saúde se solidariza com as famílias das vítimas e segue em contato com os hospitais para apoio e monitoramento dos casos”, concluiu a nota.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária apreende carreta com 400 mil maços de cigarros contrabandeados

Compartilhe esta notícia!Um homem de 47 anos foi preso na noite de terça-feira (2) depois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *