15.1 C
Araçatuba
sábado, agosto 13, 2022

Conselho indica novos diretores da Santa Casa, mas provedor não reconhece iniciativa

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A disputa pelo comando da Santa Casa de Araçatuba iniciada em agosto do ano passado teve mais uma etapa nessa quinta-feira, com a designação, pelo Conselho de Administração, dos novos diretores, que devem assumir a instituição a partir do dia 15 de fevereiro, já que o mandato da atual diretoria termina dia 14. O provedor Claudionor Teixeira não reconhece a iniciativa e manteve a assembleia geral para o dia 8. Na sua avaliação, a assembleia geral é que tem competência para definir os rumos da Santa Casa e até mesmo estabelecer regras para eleição da nova diretoria.
Em agosto do ano passado, integrantes do Conselho de Administração chegaram a escolher novos diretores. No entanto, Claudionor Teixeira e seus diretores permaneceram no cargo mediante decisão judicial. A divisão interna permaneceu e ganhou novos contornos.
No dia 24 de janeiro último foi enviada à direção da Santa Casa e aos membros do Conselho de Administração uma carta-circular assinada pela maioria dos conselheiros convocando para a reunião e estabelecendo prazo para registro de chapa. A reunião foi realizada nessa quinta-feira.
Em carta publicada em O LIBERAL REGIONAL e enviada ao presidente do Conselho, o provedor Claudionor Teixeira aponta o que entende ser irregularidades na composição do conselho.
“Enfim, diante das inúmeras irregularidades apontadas, este conselho não tem mais sustentação legal, e suas deliberações não têm qualquer efeito, até porque a Assembleia Geral, órgão soberano da entidade, está prevista para ocorrer no dia 8/02/2022, onde todos associados regulares se farão presentes para deliberarem sobre o futuro da Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba”, diz Claudionor Teixeira em carta.

ELEIÇÃO
Na abertura da reunião, foi lido comunicado da diretoria pedindo a impugnação da eleição. Porém, por sete votos a um, os conselheiros negaram a aceitação do documento e mantiveram a reunião. Os conselheiros aprovaram a única chapa inscrita, denominada Renovação. A chapa foi eleita por sete votos a um.
Foram eleitos: provedor – Petrônio Pereira Lima, vice-provedor José Wagner Trivelatto, tesoureiro – Antônio Carlos Mullon, secretário – José Vitoriano de Andrade Filho, procurador-jurídico – Nelson Gratão e suplentes Itael Leopassi e Pedro Luiz Parra Petenati.

Ultimas Noticias