BURLAR - Visitantes tentam de várias maneiras burlar a vigilância das penitenciárias

Equipamentos impedem entrada de drogas e celular em penitenciárias

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO MIRANDÓPOLIS

O uso de equipamentos eletrônicos, como scaner corporal, tem contribuído para impedir a entrada de produtos ilícitos nas penitenciárias paulistas. No fim de semana, pelo menos três apreensões foram feitas em Mirandópolis, Lavínia e Presidente Bernardes.

 

LAVÍNIA

No sábado (09), por volta de 12h50, no setor de portaria da Penitenciária “ASP Paulo Guimarães” de Lavínia III, no momento em que uma visitante passava pelo scanner corporal durante procedimento de revista, agentes avistaram um invólucro emborrachado no ânus da mulher. Após ela retirar o objeto do corpo e este ser revistado, verificou-se que dentro dele havia um aparelho de telefone celular. Ao ser questionada, a mulher confessou que levaria o aparelho para o sentenciado. A visitante foi suspensa do rol de visitas.

 

MIRANDÓPOLIS

A visitante de um sentenciado da Penitenciária “Nestor Canoa” de Mirandópolis I, após passar por revista corporal através do aparelho Body Scanner, foi flagrada pelas imagens do equipamento que indicaram haver objetos ilícitos em seu organismo. Dessa forma, a visitante foi encaminhada para o Hospital Estadual de Mirandópolis para a realização do exame de Raios X, o que comprovou que a mulher estava portando uma substância entorpecente semelhante à cocaína. Foram tomadas as medilas legais sobre o caso.

PRESIDENTE BERNARDES

Sábado (09), a visitante de um sentenciado da Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes, por volta das 9h, foi surpreendida tentando entrar com supostos ilícitos na unidade. Ao ser submetida pelo procedimento de scanner corporal, a visitante apresentou imagem suspeita em sua roupa íntima e, ao ser questionada, retirou folhas de papel do sutiã aparentando se tratar da droga sintética conhecida como K4, somando 23 cartelas da suposta droga. Foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade do sentenciado que receberia o ilícito e a visitante foi suspensa do rol de visitas.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Vacina chega a todas as cidades da região

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ANDRADINA Os profissionais da saúde, que desde o início da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *