Home Plantão Policial Mulheres são presas suspeitas de integrar quadrilha de estelionatários

Mulheres são presas suspeitas de integrar quadrilha de estelionatários

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Duas mulheres foram presas em flagrante durante a tarde de segunda-feira (22) suspeitas de integrar uma quadrilha de estelionatários na região. A prisão ocorreu em frente a uma agência do Banco do Brasil, localizada na praça Doutor Gama, no centro de Birigui.

 

Conforme apuração do jornal O LIBERAL REGIONAL, o setor de fraudes do banco percebeu que as mulheres tentavam fazer o saque de três mil reais pertencentes a um correntista vítima de golpe. Diante disso, uma funcionária entrou em contato com a Polícia Civil, que compareceu até a agência minutos depois.

 

Os policiais fizeram a abordagem da dupla ainda em frente ao banco. Com elas foram apreendidas diversas folhas com anotações referentes a dados bancários de correntistas, uma máquina de cartão, além de seis mil reais em dinheiro.

 

Com a mulher de 40 anos, moradora do bairro Toselar, em Birigui, as equipes localizaram um extrato bancário com um crédito de R$ 48 mil. Os policiais perguntaram sobre o montante e a suspeita disse que havia emprestado a conta para a amiga, uma desempregada de 35 anos, moradora do bairro João Crevelaro, também em Birigui, para fazer as movimentações e ganharia dez por cento.

 

Por outro lado, a desempregada disse que foi contratada por uma mulher biriguiense para que pudesse realizar saques e depósitos de valores provenientes de lavagem de dinheiro. Um homem de Araçatuba e outro desconhecido seriam os coordenadores do esquema criminoso.

 

GOLPE

 

Em contato com o depositante dos R$ 48 mil, a polícia descobriu que ele e o filho tinham caído em um golpe, conforme boletim de ocorrência registrado horas antes em São José do Rio Preto. A vítima informou que havia depositado o valor, a pedido de seu filho, depois que o mesmo havia negociado a compra de uma motocicleta BMW/R através de um site de compra e venda na internet.

 

O declarante conseguiu bloquear parte do dinheiro, cerca de R$ 45 mil, já que os outros três tinham acabado de serem sacados pelas indiciadas. Diante dos fatos, o delegado Marcel Basso analisou todas as circunstâncias e decidiu prender a dupla em flagrante por estelionato. Elas foram encaminhadas até a Central de Polícia Judiciária de Araçatuba, onde permaneceram detidas durante toda a noite até passarem por audiência de custódia na manhã de terça-feira (23), no Fórum do município. A Polícia Civil de Birigui dará continuidade às investigações sobre o caso a fim de localizar os outros integrantes da quadrilha.


Compartilhe esta notícia!