Homem morre dentro de ônibus de transporte público de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

FOTO CEDIDA: SILVIO ROMEIRO/ARAÇATUBA ACONTECE

A Polícia Civil de Araçatuba vai abrir inquérito para investigar a morte de Elton Santos de Souza, de 44 anos. Ele morreu dentro de um ônibus do transporte público de Araçatuba depois de ter saído do Pronto-Socorro Municipal sem ter recebido alta após dar entrada na unidade com dores no peito. O caso aconteceu na noite de sexta-feira (21) na rua Joaquim Nabuco, no centro da cidade.

Conforme informações do boletim de ocorrência, as equipes policiais que realizaram o atendimento receberam chamado de que o homem teria se evadido do pronto-socorro após ser atendido e medicado com dores no peito. A área foi preservada para a chegada da perícia técnica e dos investigadores da Polícia Civil.

O laudo deverá sair em até 30 dias. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas o médico da ambulância não atestou a morte, por isso o corpo teve que ser encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para passar por exame necroscópico.

Consta no registro que a vítima estava sentada em uma poltrona com a cabeça encostada no vidro com dois eletrodos no peito e aparentemente sem sinais de violência no corpo. O motorista do veículo contou em depoimento que Elton e a mulher embarcaram no Terminal Rodoviário por volta das 18h20 e dois quarteirões depois a companheira começou a pedir por socorro, já que o marido estava passando mal.

Os investigadores se dirigiram até o pronto-socorro e obtiveram a ficha de atendimento da vítima, na qual consta que ele deu entrada por volta das 17h26 com dores no peito e suspeita de infarto, foi medicado, mas teria fugido da sala de emergência, sendo inclusive registrado boletim de ocorrência a respeito do fato minutos depois. Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para dar andamento às investigações.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *