Ação conjunta prende estelionatários em Andradina

Compartilhe esta notícia!

Um pedreiro de 25 anos e uma jovem, de 19, foram presos na tarde de sexta-feira (16) suspeitos de aplicarem diversos golpes em Andradina e região nos últimos dias. Ambos moram em Taboão da Serra, na grande São Paulo, e confessaram os crimes. Outros três estelionatários conseguiram fugir da abordagem da Polícia Militar e Civil.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os policiais militares foram informados de que o suspeito estaria cometendo crimes de estelionato em Andradina e poderia estar hospedado em um hotel em Castilho. A denúncia dava conta ainda que o indiciado utilizava uma motocicleta Honda/CB 300 vermelha com roda dourada para praticar as ações criminosas.

Diante disso, as equipes dos dois municípios passaram a patrulhar até que a viatura de Andradina o flagrou pelo bairro Vila Botega com uma mulher na garupa. Ao perceber a aproximação policial, o autor fugiu em alta velocidade e foi perseguido. Foi realizado cerco, inclusive com apoio de outras viaturas da Polícia Civil pela rodovia Marechal Rondon (SP-300) até que o golpista foi abordado na pista, no sentido de Castilho.

Em busca pessoal foram localizados três crachás dentro de uma bolsa, sendo um do Banco do Brasil, outro da Caixa Econômica Federal e o terceiro da Febraban. Todos em nome do investigado e com foto. Já a mulher que também estava na moto entregou dois cartões bancários escondidos dentro do sutiã.

Já no hotel em que estavam hospedados por Castilho, os policiais militares e civis localizaram uma máquina de cartão de crédito, bobinas de papel da máquina e documentos da autora. Questionado, o pedreiro declarou que foi convidado para a prática criminosa juntamente com a participação de mais três pessoas, as quais pagariam a quantia de R$ 250,00 por cada cartão. O contato era feito via WhatsApp.

Nas imagens das câmeras de segurança do hotel constatou-se a placa de um veículo Audi, placas de São Paulo, como sendo dos outros três estelionatários. Com as evidências, homem e mulher receberam voz de prisão e foram levados até a delegacia a fim de prestarem esclarecimentos. O delegado plantonista manteve a detenção por estelionato e os deixou à disposição da Justiça. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações e identificar vítimas dos criminosos.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Homem é preso com entorpecentes em Ilha Solteira

Compartilhe esta notícia!Um homem de 27 anos foi preso na noite de sexta-feira (7) depois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *