Técnicos do CAF visitam município para avaliar pontos críticos

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Na quarta-feira (23), técnicos do Banco de Fomento da América Latina (CAF) visitaram diversos locais de Três Lagoas que receberão grandes investimentos nos próximos anos.
O objetivo principal é a solução dos problemas de alagamentos enfrentados há muitos anos pelo município em dias de chuvas. Porém, o projeto prevê uma impactante reestruturação na cidade, o que abrange, além da macrodrenagem, a mobilidade urbana, preservação e exploração de material histórico, conservação ambiental, entre outros.
A missão internacional do CAF, liderada pelo argentino Nestor Felix e pelo brasileiro José Rafael, acompanhada dos secretários de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra); Meio Ambiente e Agronegócio (Semea) e Governo e Políticas Públicas (Segov), Adriano Barreto, Toniel Fernandes e Daynler Leonel, respectivamente, conheceu de perto os locais mais críticos da cidade, bem como, as soluções propostas para o novo sistema de drenagem.
Os córregos Brasília, da Onça e Japão, atuais destinos de águas pluviais estão entre os locais visitados pelas equipes. A antiga estação ferroviária também foi destino da missão, a revitalização do ponto histórico também contará com investimento.
Entre as indagações apresentadas pela equipe técnica, observa-se a preocupação com a qualidade da água devolvida ao solo nos novos sistemas de drenagem, a preservação do patrimônio histórico e cultural do Município, o aspecto sustentável da mobilidade urbana, o que inclui transportes não poluentes, como o ciclístico.
“Sabemos que o projeto é extremamente ambicioso e trará resultados impactantes e jamais vistos em Três Lagoas. A preocupação de um banco que visa o desenvolvimento da América Latina com outros aspectos, além dos de infraestrutura, nos mostra o quanto estamos elevando o patamar de nosso Município”, pontuou Adriano Barreto, que nas visitas esteve acompanhado de engenheiros da Seintra.

O Projeto
As tratativas para solução dos problemas de drenagem no Município se arrastam desde o início da atual gestão. Com base nas diretrizes apontadas pelo “Três Lagoas Sustentável”, de 2016, foi detectada a necessidade da realização de um grande projeto de Macrodrenagem para o Município. A via mais adequada, foi o financiamento pelo CAF, banco multilateral de desenvolvimento que reúne 19 países, entre eles, o Brasil.
Após aprovação pela Câmara de Três Lagoas em julho deste ano, o projeto que contará com o financiamento de US$ 50 mi, anseia a aprovação do Banco e aguardará, ainda, a autorização do Senado Federal, antes do início das obras.
Contrapartida
Os valores adquiridos via CAF, que se juntarão ao financiamento junto à Caixa Econômica Federal, não compreendem todo montante dos investimentos. Para que os projetos sejam executados, se faz necessária a contrapartida do Município. Visando adiantar ao máximo os trabalhos tão importantes para a população, a Prefeitura já conta com obras avançadas, que serão apresentadas aos investidores.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Ruas de bairros da zona oeste de Lins recebem serviço de tapa buraco

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – LINS Três ruas de três bairros próximos foram contempladas com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *