Prefeitura firma acordo para pagar OSS e exonera secretária de Saúde

Compartilhe esta notícia!

A crise na saúde pública de Birigui ganhou novos entornos nessa quinta-feira (4). Enquanto a Prefeitura selou um acordo para realizar o pagamento devido à OSS (Organização Social de Saúde) da Santa Casa de Misericórdia de Birigui, o prefeito Leandro Maffeis (PSL) exonerou a então secretária de Saúde Adriana Sangaletti Duarte do comando da pasta, que ainda está sem um nome confirmado para substituição.

O acordo entre a administração municipal e a OSS ocorreu na tarde de quarta-feira (3) na presença do presidente da Irmandade Miguel Ribeiro. Com isso, o processo em tramitação na Justiça foi suspenso até o repasse integral dos valores, que deverá acontecer em parcelas.

Já nesta sexta-feira (5), os valores referentes ao convênio de subvenção social, no valor de R$ 930.529 será depositado integralmente. Ainda hoje também será feito o pagamento da primeira, de um total de três parcelas, da cota do ICMS, no valor de R$ 70 mil. A segunda parcela, de R$ 110 mil, deverá ser quitada no dia 18 de fevereiro e a última, de R$ 450 mil, no próximo dia 23 deste mês.

O contrato 7.782/2017 referente ao programa ESF (Estratégia da Saúde da Família), no valor de R$ 390 mil, será pago no dia 10. Já o convênio 14/2019 relacionado aos atendimentos de urgência e emergência do pronto-socorro será pago em duas vezes, sendo R$ 60 mil no dia 10 e R$ 390 mil no dia 18 deste mês. Desde o dia 26 de janeiro, a Prefeitura reassumiu a gestão do Pronto Socorro Municipal.

“Dentro de toda a legalidade e transparência, assinamos o termo de acordo para os repasses à Irmandade da Santa Casa. Solicitei ao Miguel Ribeiro que comece pagando os salários atrasados dos funcionários assim que fizermos os primeiros repasses. Agradeço a todos os envolvidos da Prefeitura e da Santa Casa que se empenharam para resolvermos esse impasse”, disse o prefeito.

CAIU

Mas, a crise que parecia caminhar para o final sofreu uma reviravolta. A então secretária de saúde Adriana Sangaletti Duarte foi exonerada do cargo em publicação no Diário Oficial do Município nessa quinta. Questionada pela reportagem a respeito do motivo que levou à exoneração, a Prefeitura não informou os detalhes, apenas enviou uma nota com as palavras do prefeito em relação ao caso.

“A Adriana é uma profissional de muita competência. Ela trouxe toda a sua experiência, auxiliando muito a nossa administração neste início de mandato, em favor da cidade. Agradeço profundamente o trabalho que foi desempenhado até aqui”.

O novo nome para a pasta ainda não foi divulgado. Ainda na mesma edição do Diário Oficial do Município, a Prefeitura publicou a contratação da empresa Instituto São Miguel Arcanjo, de Araraquara, pelo valor de R$ 3.735.000,00, para prestação de serviços médicos para atendimento do pronto-socorro Doutor Alceu Lot e a Unidade Covid-19 pelo período de 180 dias ou até a conclusão do processo licitatório que será aberto. O ato foi feito por dispensa de licitação, já que o município está em estado de calamidade pública desde o dia 21 de janeiro.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Carro capota na estrada da Color Visão

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Na manhã dessa quinta-feira (25), uma caminhonete Fiat Strada, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *