MOVIMENT0 - Mesmo com equipamento não adequado, empresário fez imagens do intenso movimento no restaurante na quarta-feira

Empresários revoltados com funcionamento irregular de restaurante de genro do prefeito

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Desde o dia 11 de dezembro de 2020 a Vigilância Epidemiológica de Araçatuba, por determinação do prefeito Dilador Borges Damasceno está agindo com rigor para cumprir os decretos que estabelecem critérios de funcionamento do comércio. Com esse rigor, vários estabelecimentos já fecharam. No entanto, enquanto há tanto rigor em Araçatuba, próximo à divisa, mas já no município de Birigui (Guatambu), um estabelecimento foi flagrado com atendimento e música ao vivo na noite de quarta-feira. O estabelecimento em questão pertence ao empresário Frederico Nassur, genro do prefeito Dilador Borges Damasceno. Mesmo estabelecido em outro município, empresários penalizados em Araçatuba estão revoltados e dizem que o genro deveria dar exemplo.

Segundo o empresário Thalyson Corrêa, devido ao rigor no cumprimento dos decretos, foi levado a fechar uma pizzaria e demitir os funcionários. Na noite de quarta-feira, ele recebeu uma foto de outro empresário do setor de alimentação falando do atendimento no Villa do Fred, na Rodovia Senador Teotônio Villela, no Guatambu.

Quando chegou ao local, pouco depois das 22 horas, Thalyson encontrou com uma empresária que tentou entrar no estabelecimento, mas foi informada pelo porteiro que já estava lotado. Thalyson disse que começou a filmar a movimentação no estabelecimento. Ele disse que minutos depois apagaram parte das luzes e baixaram os toldos, dificultando a visualização. “Seguramente no local tinham mais de 50 carros no estacionamento”, disse o empresário, reafirmando que colegas do setor estão revoltados com a situação. Pelas regras do governo do Estado, na região de Araçatuba os restaurantes só podem funcionar com atendimento presencial até as 20 horas.

Ainda no local, Thalyson acionou a Polícia Municipal (equivalente à Guarda Municipal de Araçatuba), mas foi informado que a denúncia deveria ser feita na Vigilância Sanitária, mas o órgão não tem plantão noturno de atendimento.

A Prefeitura de Birigui se manifestou sobre o assunto por meio de nota.

“A Prefeitura de Birigui esclarece que segue as orientações do Plano São Paulo, permitindo o funcionamento de estabelecimentos até às 20h. A fiscalização é feita pela Vigilância Sanitária, mediante denúncias. Até o momento não houve qualquer denúncia contra o estabelecimento comercial citado. O trabalho de fiscalização é realizado rotineiramente pela equipe da Vigilância, com o apoio da Polícia Militar e Polícia Municipal. A penalidade varia de advertência a interdição do estabelecimento. Denúncias de irregularidades e aglomerações podem ser feitas na Vigilância Sanitária, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h, pelo telefone (18) 3643-6237. No período noturno e aos finais de semanas as denúncias podem ser feitas na Polícia Municipal (18) 3641-8088 ou na Polícia Militar”.

Embora a nota informa o telefone da Polícia Municipal para denúncias, o empresário Thalyson Corrêa disse que telefonou, mas foi orientado a procurar a Vigilância Sanitária, que não atende no período noturno.

 

ARAÇATUBA

De acordo com a assessoria da Prefeitura de Araçatuba, no período de 11 de dezembro até o fim de janeiro foram fiscalizados pela Vigilância Sanitária 228 estabelecimentos, sendo 5 notificados e 10 autuados. Já os fiscais de postura fiscalizaram 208 estabelecimentos, 65 foram notificados, 28 foram autuados e três festas paralisadas.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Mais um médico morre de covid na Santa Casa de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O médico Sebastião de Souza Freire, 60 anos, faleceu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *