Home Cidades PONTO DE VISTA

PONTO DE VISTA

9 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

“Dória 2022”

Rodrigo Andolfato

Primeiramente quero parabenizar o prefeito reeleito de Araçatuba, e dizer que este artigo não se trata de crítica direta ao mesmo, e ainda que não se trata tão pouco, de virar a casaca! Continuo fiel as minhas crenças que a Vida na Liberdade é o melhor caminho. Que o Capitalismo, base da evolução Ocidental, é o melhor caminho. Que a Poupança, baseada na família e no conservadorismo, é o melhor caminho. Que a propriedade privada, que garante um porto seguro no futuro, é o melhor caminho. Que votar em Bolsonaro em 2022, para não permitir que nossa bandeira se torne vermelha, será o melhor caminho.
No entanto pessoal, o primeiro passo para se encontrar a cura para uma doença, de forma efetiva, é passarmos do ponto em que o doente vive a negação dos fatos e aceita que está doente. Sim, leitores! O PSDB saiu mais forte dessas eleições municipais aqui no estado de São Paulo. E esse era o objetivo primário da estratégia por trás da campanha Dória Presidente 2022.
Devemos lembrar que em 2018 vencemos uma das batalhas e não a guerra toda. Muitos homens de bem saíram a campo para eleger o presidente Bolsonaro, o qual refletia em si um combate ao progressismo ideológico socialista. Esse socialismo tem por base uma subtração de todos melhores caminhos que citei no primeiro parágrafo deste texto. E obviamente que, se você não quer que a população poupe, e quer que ela entregue toda riqueza mansamente ao estado, você tem que convencer que a família é algo relativo, e não algo primordial.
Esta sempre foi a estratégia dos comunistas pós Perestroika, que iniciou o fim do comunismo do século XX. Não valia a pena lutar batendo de frente contra o Capitalismo, e sim dever-se-ia destruir primeiro o capitalismo no mundo, para depois chegar ao comunismo global. Enquanto houvesse uma base de comparação entre comunismo e capitalismo, toda humanidade escolheria a prosperidade capitalista frente a miséria e escravidão do comunismo.
Então, pós queda da União Soviética, a jogada dos comunistas foi implantar a ideia de um capitalismo “mais socialista”, cujo nome de batismo foi “Social Democracia”, e cujo objetivo final seria uma tomada completa e global do sistema.
Independentemente de se crer no que escrevi ou não, fato é que, a Propriedade Privada já não existe mais, uma vez que IPTU e ITR, transformaram esses objetos em bem do estado, e somente nos restou a posse. Se você não acredita nisso, deixe de pagar tais impostos e assista seu bem ser tomado de ti. Outro ponto importante, trata-se da família. Se você entender que seu filho seria melhor educado por você, e não por uma agenda que relativiza o próprio conceito de família, você não poderá educa-lo em sua casa. Você será indiciado por crime se tentar privar seus filhos de uma educação discordante do que o estado decidiu por ser o correto. Assim sendo, os filhos já não são mais seus, e sim são de propriedade estatal. Por fim a tal Liberdade já não existe mais, e a última fronteira foi vencida pela relativização da Liberdade de Expressão. Atualmente as decisões judiciais trazem a coisa do tipo “A Liberdade de expressão tem limite”, referindo a um possível ataque a honra de alguém. Oras. Imagino que todo totalitário se sinta atingido na honra quando alguém o acuse de ser um déspota totalitário. Não há tal coisa como “Limite a Liberdade de Expressão”. Eu já fui xingado de “Engenheiro Bobão”, “Idiota”, e afins e não me senti tolhido de minha honra, pois dependendo de quem te xinga, o xingamento vira elogio!
Deste modo, vencido esses três pilares da sociedade ocidental, a Social Democracia sai vitoriosa. E sabem o que é o mais interessante disso tudo? Que quem financia o sistema é quem se diz o mais combatente dos conservadores. A prova disso aconteceu em todas as cidades que elegeram prefeitos do PSDB. O ovo de serpente foi chocado na maioria delas por empresários e donos de propriedades rurais. O mesmo pessoal que em 2018 ajudou o Presidente Bolsonaro se eleger, colocando dinheiro do próprio bolso e exigindo a mudança no cenário nacional.
Eles esqueceram que a reforma que o Brasil precisa, passa por um expurgo de políticas socialistas, que resulta em momentânea dificuldade econômica. Sabendo disso a esquerda já preparou a armadilha para retomada do poder, e aqueles que tanto lutaram pela mudança, financiaram essa retomada. Eu, por minha vez, estou com a consciência tranquila. Lutei bravamente contra o sistema. Depois dessa vitória do PSDB em todo estado de São Paulo, só nos resta assistir a vitória da Social Democracia, através do Doria sendo eleito presidente em 2022. A Capital de São Paulo será a cereja do bolo, é só aguardar para ver! Política é estratégia meus caros!

Rodrigo Andolfato é empresário da Construção Civil, membro do ilan – Instituto Liberal da Alta Noroeste


Compartilhe esta notícia!