ALERTA - Doutor Renan Moraes, da Santa Casa, chama a atenção para a avaliação precoce

Diretor técnico da Santa Casa alerta para a importância do diagnóstico precoce

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – LINS

Nessa semana a Prefeitura de Lins distribuiu vídeo gravado pelo diretor técnico da Santa Casa de Lins, doutor Ramon Moraes, que falou sobre as ações desenvolvidas pelo hospital para adequar-se ao aumento da demanda e, principalmente, alertou a população para a qualquer sintoma de covid, procurar imediatamente uma unidade de saúde. Segundo ele, a demora em procurar atendimento está levando as pessoas a chegarem já em estado grave, exigindo cuidados especiais.

No vídeo o médico fez um relato dramático da situação, mostrando que o hospital já desativou alas para instalar UTIs e setor de tratamento semi-intensivo. Mesmo assim, o atendimento de UTI está acima do limite. Ele alertou para o risco de falsa de insumos. Por exemplo, teve momento que não teve bico de oxigênio. “O oxigênio estava acabando em dois dias e trocamos o cilindro, colocando um de 9 metros cúbicos. O nosso era de quatro metros cúbicos. A expectativa é que dure de sete a 10 dias, no máximo, dependendo da demanda”, disse o doutor Renan Moraes.

“A avaliação tem que ser precoce mesmo. Qualquer sintoma, qualquer sinal, tem que procurar o posto, procurar a Santa Casa. Precisa procurar ajuda médica e o fore prescrito tem de seguir. Essa avaliação tem mque ser constante. Está chegando paciente muito grave. Essa avaliação tem que ser precoce”, enfatizou o diretor técnico da Santa Casa de Lins.

 

SEM ÓBITO

Pela primeira vez no mês de março, o município de Lins ficou dois dias consecutivos sem registro de óbito para covid. Até o momento da cidade tem 171 mortes, sendo 71 apenas no mês de março.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Araçatuba teve menos de 100 casos de covid no final de semana; Lins não registrou casos nesta segunda

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA O período entre sexta (23) e segunda-feira (26) registrou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *