REUNIÃO - Vereadores e presidente do Sincomércio discutem medidas para manutenção dos cuidados no comércio ANGELO CARDOSO

Sindicato e vereadores discutem criação de cartilha de cuidados para o comércio durante a pandemia

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com as lojas do comércio funcionando em horário normal, das 9h às 18h de segunda à sexta, e das 9h às 14h/16h aos sábados, porém com restrição de 60% do público, durante a pandemia, além da preocupação com a recuperação da economia, também há um cuidado especial para a manutenção dos números da covid-19 em baixa em Araçatuba.

Mesmo com a queda no número de internações e de ocupação hospitalar, é unanimidade entre especialistas que, além da vacinação, a manutenção das medidas de prevenção como uso de máscaras, utilização do álcool em gel, e manutenção do distanciamento, são fundamentais para mitigação do contágio.

Na última semana, na sexta-feira (24), uma frente parlamentar formada na Câmara Municipal para o enfrentamento à pandemia, realizou algumas reuniões, dentre elas com o presidente do Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Araçatuba), Gener Silva, para discutir a adoção de medidas de conscientização para comerciantes e consumidores, dentre elas o fornecimento de máscaras para clientes e a produção de uma cartilha online com informações importantes sobre como se prevenir do vírus.

Estiveram presentes na reunião os vereadores que fazem parte da Frente parlamentar. Regininha (Avante), que é a presidente, Nelsinho Bombeiro (PV) e Arnaldinho (Cidadania), que são membros. Segundo Gener Silva, uma das ideias mais discutidas foi a criação de uma cartilha, que seria distribuída no formato on line em PDF para lojistas que, caso tivessem interesse, poderiam distribuí-la para clientes em seus estabelecimentos. 

“Uma das ideias que surgiu é fazer uma cartilha, no tipo gibizinho, com um beabá das três regrinhas de ouro. Seria feito com recursos que possa advir de colaboração de empresas dispostas a colaborar. A cartilha seria bolada por alguns técnicos em formato virtual e a Câmara remeteria para todas as entidades. A empresa que tiver interesse imprime e distribui para os clientes”, explicou o presidente da entidade, que destacou essa como uma das melhores ideias surgidas no encontro. 

Outros tipos de campanha como anúncios em mídia como rádios, jornais e emissoras de TV também foi discutida, bem como a colocação de outdoors em lugares estratégicos do município, tudo com o objetivo de manter a população atenta às medidas de prevenção.

Outra ideia discutida foi o fornecimento de máscaras para os clientes. Segundo Gener, apesar de no calçadão o problema não ser recorrente, no comércio localizado fora do centro da cidade ainda há pessoas que insistem em adentrar aos estabelecimentos sem máscara.

“Sugeri uma ideia de que cada estabelecimento determine uma pessoa que seja responsável da prevenção. A empresa pode fornecer máscara também para as pessoas, as máscaras estão baratas, seria um bom investimento para os empresários”, completou Gener. 

A vereadora Regininha afirmou, por telefone, à reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, que a Frente Parlamentar segue colhendo informações em diversos locais como entidades comerciais, secretaria de saúde e órgãos competentes de saúde, para conseguir auxiliar no trabalho de combate à pandemia em Araçatuba.

“Nós estamos colhendo informações de vários órgãos de Araçatuba para que a gente possa fazer um trabalho de conscientização. Ontem (sexta), fomos à associação por ser um órgão um responsável”, afirmou.

A parlamentar acredita que o trabalho de conscientização pode ser tão importante quanto a vacinação para manter a pandemia em baixa.

“Está na nossa pauta para que a gente possa estar fazendo essa cartilha on line. Hoje, se houver conscientização, essa pandemia vai diminuir muito”, completou.

Segurança e cuidado

Ao serem perguntados sobre a atual segurança do comércio de Araçatuba com relação à covid-19, o presidente do Sindicato Varejista e a presidente da Frente Parlamentar, eles acreditam que, neste momento, as lojas são um ambiente seguro, mas não se pode relaxar.

Para Gener Silva, há uma dificuldade no maior controle no que ele chamou de “comércio de periferia”, que no caso são as lojas que não ficam nos principais centros comerciais como calçadão, e ruas do Fico e Marcílio Dias.

“As vezes no comércio de periferia você ainda vê gente entrando sem máscara, alguns estabelecimentos que não fornecem álcool em gel, o que não pode. Mas no geral, a segurança está boa, no calçadão isso ocorre pouco”, afirmou.

A vereadora crê que todos estão seguindo às regras básicas, porém ela afirma seguir buscando mais informações para intensificar o trabalho.

“Hoje, se houver conscientização, essa pandemia vai diminuir muito. Mas acredito que todos estão seguindo o protocolo”, afirmou. 

SEGURO – Para integrantes da reunião, lojas são ambientes seguros, mas cuidados não podem cessar 
DIEGO FERNANDES

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Salsaretti deve gerar até 600 empregos diretos com aumento de linha de produção em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!  A empresa Salsaretti, um braço do grupo Predilecta, em Araçatuba, anunciou nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *