13.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 23, 2022

Retomada do transporte ferroviário é tema de reunião em Araçatuba e Lins

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O Estado de São Paulo está empenhado em retomar o transporte ferroviário. Para isso, a Secretaria de Logística e Transportes  criou o GT (Grupo de Trabalho) Ferrovias de São Paulo em janeiro deste ano em consonância com outros projetos já desenvolvidos pelo governo paulista para a expansão de trilhos no Estado. O coordenador do Grupo de Trabalho, Luiz Alberto Fioravante, está percorrendo o Estado para discutir as propostas com lideranças locais. Nesta quinta-feira (7) o encontro será às 10 horas na Prefeitura de Araçatuba. Já nesta sexta-feira (8), o encontro será às 14h30, no Anfiteatro da Unilins – Sala 13, em Lins 

De acordo com a assessoria da Secretaria de Logística e Transportes, “trabalha atualmente na produção do PEF/SP (Plano Estratégico Ferroviário de SP), que vai organizar a retomada deste tipo de transporte. Assim, encaminhou para a Assembleia Legislativa o PL 148/22, para incentivar as short lines (linhas curtas) para transporte de cargas e passageiros em todo o Estado”.

A assessoria citou mais duas ações da Secretaria de Transportes para o desenvolvimento do modal ferroviário: 1- analisa no momento projetos de empresas interessadas em construir a rodoferroviária Linha Verde, nova ligação entre a Grande São Paulo e o Porto de Santos, sendo que após esta análise técnica, vai abrir licitação este ano; e 2 – anunciou recentemente o PAM-TL, sigla para Plano de Ação de Transporte de Passageiros e Logística de Cargas para a Macrometrópole Paulista (MMP). “Trata-se de um plano de investimentos até 2040 de R$ 70 bilhões – sendo R$ 54,2 bilhões no modal ferroviário – para melhorar o transporte de cargas e passageiros no Estado”.

 

ESTIMULAR A FERROVIA

Várias ações estão sendo desenvolvidas para estimular o transporte ferroviário, como a mudança da legislação. Os estados do Paraná e do Mato Grosso do Sul, com apoio do governo federal, estão projetando a Nova Ferroeste, interligando Maracaju ao Porto de Paranaguá. 

A Malha Oeste, antiga Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e Rede Ferroviária Federal S.A., que liga Bauru à região do Pantanal de Mato Grosso do Sul, passa pelas regiões de Lins, Araçatuba, Andradina e Três Lagoas, mas está subutilizada e há trechos com operações suspensas. A concessionária Rumo Logística já comunicou ao governo federal para fazer relicitação. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) está elaborando os estudos para abrir o processo de licitação.

Por isso, as reuniões programadas para Araçatuba e Lins devem envolver lideranças políticas e empresariais das duas regiões.07

 

Ultimas Noticias