PONTO DE VISTA

Compartilhe esta notícia!

Fundos de Investimentos: uma alternativa para sair da poupança

Segundo levantamento do software financeiro Economática, a indústria de fundos de investimentos cresceu até setembro de 2020 cerca de 13,8%. O levantamento apurou que os grandes bancos cresceram 5,6% enquanto as gestoras independentes alavancaram mais de 35,1%. Para chegar a esses números, foram consideradas na análise fundos de ações, renda fixa, multimercados, previdência, moedas e Fundos Imobiliários. Com a perda de rentabilidade da poupança devido ao cenário de juros baixos, os fundos ganham destaque nas carteiras dos
investidores. Mas como funciona investir através de um fundo?
Todo o dinheiro aplicado no Fundo de Investimento é convertido em cotas. Cada cotista possui um número de cotas proporcional ao valor total de seus investimentos. O valor da cota é atualizado diariamente e o cálculo do saldo do cotista é feito multiplicando o número de cotas adquiridas pelo valor da cota no dia. O patrimônio de um Fundo de Investimento é a soma de todos os recursos aplicados por seus diferentes investidores. A administração e a gestão do Fundo são realizadas por profissionais capacitados (gestores), sendo o Fundo de Investimento regido por um regulamento. Esta alternativa de investimento apresenta diversas vantagens, em relação a investir individualmente. Uma das principais vantagens é a possibilidade do investidor comprar vários ativos com diferentes características, prazos, taxas e emissores.
Quando um investidor faz esse tipo de aplicação tem acesso a diversas carteiras, isso é um grande benefício que, traduzido para a linguagem popular, nos remete ao seguinte ditado: “não coloque todos os ovos em uma única cesta, pois se ela cair, todos serão perdidos”. Fundos são geridos por profissionais do mercado financeiro. Seu trabalho é escolher os melhores investimentos e a quantia a ser aplicada em cada um deles. O objetivo é obter o máximo de retorno com o mínimo de risco e até superar a média do mercado. A praticidade de investir em fundos também é um diferencial. Em vez de abrir conta em diferentes instituições financeiras para investir em diversos tipos de ativos, como ações, títulos públicos e Certificados de Depósitos Bancários (CDBs), um ou um punhado de fundos pode aplicar em todos esses produtos. O investidor tem menos trabalho e não precisa se preocupar – ou gastar – com a manutenção de contas em diferentes instituições. Fundos são bons instrumentos para pequenos investidores. O valor do aporte inicial pode ser bem baixo – por exemplo, cem, mil ou cinco mil reais –, enquanto que o valor mínimo de investimento em certos títulos pode ser elevado demais para investidores individuais. No caso de ações, por exemplo, não se compra um papel isolado, mas sim um lote de ações. Dependendo da cotação, pode ser preciso investir milhares de reais para comprar apenas um lote. Além disso, por meio de um fundo é possível ter acesso a produtos que requerem aplicações iniciais milionárias ou que simplesmente não são oferecidas a pessoas físicas, mas que podem ter rentabilidade interessante. Como os fundos que investem em fundos renomados, por exemplo.
A união dos recursos de vários cotistas também aumenta o poder de negociação do fundo, o que lhe permite conseguir rentabilidades melhores e custos menores para certas aplicações, em comparação a um investidor pessoa física sozinho. Verifique se o perfil dos fundos que você está avaliando combina com seu próprio perfil de investidor. Alguns possuem prazo para resgate e diferentes níveis de risco. O importante é alinhar seus investimentos com suas expectativas.

Pedro Barsalobre é formado em Marketing e Pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV. Possui certificação ANCORD de Agente Autônomo de Investimentos. Trabalhou por 10 anos em uma Instituição Financeira de grande porte e fundou a Arassá Investimentos em 2018 com mais dois sócios. Hoje é Assessor de Investimentos e Sócio Fundador na Arassá Investimentos, escritório credenciado à XP Investimentos.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Banco de Sangue de Araçatuba convoca doadores

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O Banco de Sangue de Araçatuba faz um apelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *