Pandemia fez surgir o ‘empreendedor por necessidade’, afirma docente

Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Com a pandemia do novo coronavírus, os empresários passaram a buscar por cursos e qualificações, descobrindo novas ferramentas, criando estratégias e tentando entender este comportamento dos consumidores. Nesta entrevista, o professor Jean Macedo, na área de Introdução à Administração de Pequenas e Médias Empresas e Técnico em Administração no Senac Araçatuba, afirma que a busca por capacitações rápidas e com práticas, ainda que remotamente, tem sido alvo de empresários na luta para se manter no mercado e superar o atual momento.

 

Hoje é cada vez mais crescente o número de novos negócios, especialmente os pequenos. Quem entra nesse ramo, muitas vezes movido pela necessidade, está suficientemente preparado para uma gestão?

 

Com certeza não! Quando analisamos as motivações que levaram o empreendedor a abrir o seu negócio, conseguimos definir o seu perfil. Um destes perfis é o de “Empreendedor por Necessidades”, por exemplo, que é aquela pessoa que decide abrir o seu negócio por uma necessidade imediata de gerar renda para si ou sustento para sua família. Ele, muitas vezes, não se preocupa em realizar um planejamento a curto, médio ou longo prazo, nem tão pouco se qualificar para desenvolver competências gerenciais que irão fazer seu negócio crescer de forma estruturada e organizada. Até mesmo empresas mais consolidadas sofrem com problemas de gestão, uma vez que gerir um negócio é algo complexo e que exige um profundo conhecimento de todos os processos do negócio.

Segundo um levantamento recente do Sebrae, existem hoje no Brasil 6,4 milhões de empresas, sendo que 99% destas são compostas por pequenos negócios. Este mesmo levantamento, em uma pesquisa realizada pela empresa Azulis, mostrou que, para 40% dos brasileiros, o motivo maior de empreender ou abrir seu negócio é para realização de um sonho. Com isso, podemos evidenciar a falta de planejamento, falta de planos alternativos, falta de gestão em todas as suas esferas, principalmente na gestão financeira. E é importante lembrar que no Brasil quase 60% das pequenas empresas fecham as portas em apenas cinco anos. Os motivos para um número tão alto de falências são variados. Segundo o levantamento do SEBRAE, para 52% dos empreendedores entrevistados, a maior dificuldade está na falta de capacitação para a gestão financeira e 47% dos entrevistados afirmaram que ainda não possuem, por exemplo, a qualificação e/ou o conhecimento necessário para gestão de marketing, como criar estratégias de impulsionamento nas redes sociais, perfis atrativos, usar ferramentas para criar campanhas para anunciar no TikTok, usar as hashtags do Instagram para vender mais, ganhar seguidores no Instagram e nem como configurar o Pixel do Facebook.

 

Qual o segredo de uma boa gestão para um pequeno negócio?

 

O segredo é bem simples! Já dizia o aforismo do grego antigo: conhece-te a ti mesmo. Pois bem, para que se tenha uma gestão de sucesso, é necessário conhecer o seu negócio intimamente, cada processo, cada etapa de um processo e ter competências técnicas e comportamentais para gerir de forma empática, com responsabilidade e inclusão. Por isso é tão importante realizar um planejamento prévio do negócio, pensar no capital de giro, não fazer retiradas mesmo que pequenas do caixa, evitar misturar dívidas pessoais com as dívidas do negócio, ter muito cuidado com investimentos mesmo que simples, mas que estão fora do seu planejamento, e, o mais importante, conhecer os hábitos de consumo do seu público e alinhar isso a estratégias poderosas de relacionamento com o cliente e de fidelização. Nos dias atuais, as empresas entenderam que não faz mais sentido lutar por clientes nos preços, vivemos em um tempo em que as pessoas estão com necessidades de consumo alinhadas com suas necessidades emocionais.

 

Quais as principais oportunidades de capacitação hoje oferecidas?

 

Devido à necessidade imediata de se qualificar para gestão de pequenos negócios, o Senac proporciona qualificações profissionais importantes para o sucesso do empreendedor. Por meio de trilhas de aprendizagem, o empreendedor pode buscar quais competências desenvolver de forma individualizada, ou seja, se o empreendedor não tem competências de gestão, por exemplo, ele pode buscar o Senac e fazer um curso rápido de qualificação profissional de Introdução à Administração de Pequenas e Médias Empresas, que tem duração de 30 horas e o empreendedor já sai do curso com capacidade técnica de aplicar estes conhecimentos em seu negócio. Agora, se o empreender está na fase de planejamento, ele pode optar em fazer um curso técnico que tem uma carga horária maior, como o curso Técnico em Administração do Senac, que desenvolve no participante a capacidade de gerir todo o seu negócio, do planejamento até a realização de levantamentos e análises de dados. E para os empreendedores que têm habilidades digitais, temos o ensino remoto que, com a pandemia, muitas escolas técnicas inovaram e se adaptaram para oferecer a metodologia de ensino virtual, ou seja, proporcionar qualificações que antes eram apenas presenciais em aulas práticas remotas, abrindo um leque de opções de formação. Além disso, as oportunidades de bolsas de estudo democratizam o acesso à educação de qualidade.

 

De que forma a pandemia acelerou essa demanda?

 

Com o advento da pandemia, os empresários passaram por um processo de transformação e adaptação forçada, no qual inovar seu negócio foi uma necessidade imediata para permanecer no jogo devido às limitações e restrições. Com o distanciamento e o isolamento social, também houve uma mudança no comportamento dos consumidores, que antes vinham até a loja física e que agora fazem suas compras de forma on-line, influenciados em suas redes sociais, por publicações impulsionadas e até mesmo pelo impulso.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Banco de Sangue de Araçatuba convoca doadores

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O Banco de Sangue de Araçatuba faz um apelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *