17.2 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 25, 2022

O aumento do salário dos comissionados

 

Rodrigo Andolfato

Essa última segunda-feira Araçatuba recebeu um presente, de grego, diga-se de passagem, na última seção de sua Câmara Municipal. Diga-se ainda, de passagem, que não seria justo generalizar o presenteador como sendo todos os vereadores. Foi a maioria simples num jogo apertadíssimo de oito contra sete. Mas, fato é, o que sempre se confirma; quem sempre perde em Araçatuba é o povo.
A última seção da Câmara Municipal de nossa cidade colocou como última surpresa do ano, a votação do aumento de 50% nos salários dos cargos comissionados. A população, num momento de muito sofrimento causado pela perda do poder de compra, devido justamente aos políticos, se vê traída por esses mesmos políticos, quando estes aumentam os salários dos cargos comissionados que trabalham na prefeitura.
Antes de qualquer julgamento de valor sobre o aumento dos salários dos cargos comissionados, é importante deixarmos claro, estamos falando da preocupação dos vereadores com um número restrito de pessoas, que já ganham muito mais que a maioria dos cargos efetivos da prefeitura. Não estamos falando do aumento de salário de pessoas que ganham um salário mínimo. Estamos falando de salários acima dos sete mil reais, que serão elevados a mais de dez mil reais, enquanto a grande maioria das pessoas que efetivamente põem a mão na massa, continuarão a receber menos de mil e quinhentos reais por mês.
Pior ainda é que tal ato, com toda certeza, será seguido em breve da afirmativa que muitas das mazelas do povo, tal como falta de saúde, falta de remédios, necessidade de aumentar impostos e etc. é devido à falta de dinheiro por parte da prefeitura municipal. Ou seja, a municipalidade aumenta os salários dos amigos do prefeito, para depois bradar aos quatro ventos que não tem dinheiro para suas obrigações e ainda justificar aumentos de impostos como o do IPTU, que vivemos anos atrás.
Janeiro está chegando. E com ele vem IPTU e IPVA. Você que estiver sem dinheiro, e que vai sofrer muito para manter essas obrigações em dia, lembre-se deste aumento de salário de cargos comissionados por parte da atual gestão. Lembre-se que o IPVA alto e o IPTU alto são obras exclusivas do PSDB. Lembre-se disto para que em outubro, quando tivermos eleições, possamos retirar essas pessoas do poder. Pessoas essas que constantemente só pensam em como retirar mais dinheiro do povo para distribuir aos seus compadres.
De qualquer modo, voltemos nosso foco a Câmara Municipal e o desfecho da malfadada proposta de aumento dos salários dos cargos comissionados. O fato importante que pudemos assistir foi uma debandada de vários vereadores da subserviência cega ao executivo. Muitos que estavam rasgando sua história dentro da política local resolveram acordar e tentar resgatar um pouco da dignidade que lhes restam. Foi bonito de ver a pressão popular das comunidades que os elegeram surtir efeito em suas decisões. Devemos lembrar que nossa Democracia é adjetivada pelo termo “REPRESENTATIVA”. E o que isso significa? Significa que os vereadores não estão lá para fazerem o que lhes der na telha. Eles estão lá para fazer aquilo que o povo que os elegeu efetivamente deseja. São nada mais, nada menos, que procuradores dos votos recebidos.
Mas o fato mais lindo da noite foi uma explanação sobre o inferno retratado por Dante Alighieri em seu livro, “A Divina Comédia”. O vereador Arlindo Araújo explanou a respeito da abstração de Dante sobre os nove círculos que compõem o inferno. Sendo o último círculo, aquele reservado a Judas Iscariotes que traiu Jesus, e Brutus que traiu e assassinou seu pai adotivo, Julio César. Lá seria para onde vão os piores dos homens, os traidores. Aqueles de baixa estatura moral, que usam da dissimulação e falsidade para trair aqueles que neles depositam esperança de lealdade.
Algumas pessoas ficaram na dúvida sobre a quem se referenciava tal desabafo de Arlindo, se era para os que votaram contra os mandos do executivo, ou para aqueles que traíram seus eleitores com falsas posturas de justiceiros sociais antes de serem eleitos. É óbvio, que pela própria postura de Arlindo, e pela sua história, ele estava se referindo aos segundos. É óbvio que para Arlindo, os traidores que merecem o nono círculo do inferno de Dante são aqueles que não resistiram ao primeiro café com o chefe do executivo e suas benesses e traíram seus eleitores. Tenho certeza que Arlindo deve pensar que seus pares que abandonaram o prefeito para retomar seus lugares ao lado daqueles que os elegeram é motivo de regozijo e satisfação.
Então quem são os vereadores que habitarão o nono círculo do inferno de Dante? Bem, eu não acho que Dunga, Jaime, Alceu e Batata possam ter traído seus eleitores. Quem votou neles pela segunda, terceira ou quarta vez, já os conhecem e sabem que sempre estarão a disposição e subserviência do prefeito. Oras, sobram então: Maurício “Bem Estar”, Cristina Munhoz, Regininha e Wesley da “Dialogue”, os quais se vendiam como merecedores do paraíso, mas acabaram por receber, o direito de habitar o inferno de Dante. Por fim, a verdade é que o povo, com esses vereadores, vive de fato, “A Divina Comédia”.

Rodrigo Andolfato é empresário, membro do Instituto Liberal da Alta Noroeste e idealizador do movimento #ARACATUBADOBEM

Ultimas Noticias