PAI - Data especial em comemoração ao dia dos pais é no dia 8 de agosto

Em semana do dia dos pais, comércio de Araçatuba terá horário especial

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com o mês de agosto começando neste domingo já cresce a expectativa para o próximo final de semana, quando será comemorado o dia dos pais, que tradicionalmente é lembrado no segundo domingo do oitavo mês do ano.

Para comerciantes, a data não poderia deixar de ser lembrada, até porque está entre as principais do ano para as vendas. Junto com Natal, dia das mães, dos namorados e das crianças, o dia dos pais também faz parte das datas em que é registrado um aumento de vendas no comércio em comparação aos dias comuns.

Por conta do avanço da vacinação e da diminuição já significativa no número de internações por covid-19, a Associação Comercial e Industrial de Araçatuba acredita que o dia dos pais deste ano deve ser mais positivo do que ano passado, quando já houve um incremento nas vendas, já que em agosto de 2020 as lojas estavam autorizadas a funcionar.

Desta vez, porém, com a liberação do funcionamento de atividades comerciais até 0h a partir de hoje (1), a ACIA e os sindicatos da categoria conseguiram a liberação para a volta do horário limite de 22h, já tradicional das datas comemorativas em Araçatuba. 

Durante esta semana, de segunda à quinta-feira (2 a 5 de agosto), o horário de atendimento das lojas de rua em Araçatuba será o tradicional. Os estabelecimentos abrirão, em sua maioria, das 9h às 18h, incluindo os que ficam no Multi Shop, centro de compras que fica no calçadão da Marechal e avenida dos Araçás. 

Já na sexta-feira (6), as lojas trabalharão em horário estendido, com objetivo de atender boa parte dos consumidores que, geralmente, deixaram para fazer as compras de última hora. Os estabelecimentos vão funcionar das 9h às 22h. E o período de tempo especial também será estendido para o sábado (7), véspera do dia dos pais, com abertura das lojas das 9h às 18h.

O gerente executivo da Associação Comercial e Industrial de Araçatuba, Osney Ferracioli, afirmou que a entidade espera um aumento de 3% a 5% nas vendas no dia dos pais neste ano em comparação à mesma data do ano passado.

“Apesar da economia ainda estar estável, todos que tem o seu papai, o seu vovô, o seu titio que ama, que estima, vão comprar aquele presente, aquela lembrança”, projeta Ferracioli.

Para a associação, o ticket médio da data neste ano deve ficar entre R$ 120 e R$ 150. Segundo Ferracioli, os setores de vestuário, calçados e perfumaria devem ser os mais beneficiados pela data do dia dos pais, como geralmente ocorre nos anos anteriores. 

“Os presentes mais procurados devem ser desde os mais tradicionais, desde um par de sapato, uma calça, uma camisa, um blazer, uma camisa, um perfume, um relógio, um celular, então devem ser variados os presentes, mas os mais tradicionais entre calçados, confecções e perfumes, provavelmente serão os mais procurados”, disse.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo, o volume de vendas do dia dos pais no Brasil deve ser de R$ 6,03 bilhões, o que seria o maior faturamento da data desde 2018. O valor representaria também um aumento de 13,9% nas vendas em relação à mesma data no ano passado.

Pesquisa

Uma pesquisa realizada pela empresa MindMiners, que é especializada em pesquisa digitar, entrevistou 500 pessoas em todo o Brasil e constatou que, pelo menos, 52% afirma comemorar o dia dos pais na maioria das vezes.

Dentre os entrevistados, 58% das pessoas afirmaram que pretendem presentear o pai no próximo dia 8 de agosto, sendo que a maior parte vai comprar o presente nesta semana, a última cheia antes da data.

O presente mais escolhido dos entrevistados foi roupas. 44% das pessoas que responderam a pesquisa pretendem comprar alguma peça de vestuário para presentear o pai, seguido por perfumes com cerca de 41% das respostas.

Outro questionamento foi sobre a utilização de lojas físicas. 69% das pessoas pretendem comprar os presentes em lojas do comércio local, enquanto 31% devem comprar pela internet. Este índice é bem mais significativo do que no ano passado, quando apenas 54% dos entrevistados responderam que pretendiam ir à uma loja física.

Dentre os que vão comprar presentes, a maior parte pretende gastar entre R$ 50 e R$ 100, 39% dos entrevistados querem investir em algo dentro desta faixa etária, enquanto 28% vai comprar produtos entre R$ 100 e R$ 200. 

A pesquisa ainda quis saber o desejo dos pais, que ficou bem variado. A maioria deles, porém, escolheu o churrasco ou almoço em família como fundamental. A reunião familiar foi lembrada por 30% dos papais pesquisados.

 

CRESCIMENTO – Comércio de Araçatuba e de todo país espera crescimento nas vendas nesta semana

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária Federal apreende quase uma tonelada de maconha em Penápolis

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – PENÁPOLIS No início da tarde de domingo (26), equipe da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *