CUIDADOS - Devido à gravidade da situação, prefeito decide seguir restrições da fase vermelha

Prefeito de Birigui se reúne com Comitê de Crise para o Enfrentamento da Covid-19

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Na manhã desta quinta-feira (4/3), o prefeito Leandro Maffeis esteve reunido com membros do Comitê de Crise para o Enfrentamento da Covid-19 para tratar sobre a situação da pandemia na cidade.

Também participaram do encontro as secretárias de Saúde, Cássia Rita Santana Celestino, e de Educação, Iládia Cristina Marin Amadio, o secretário de Governo, Paulo Henrique Marques, e o chefe de Gabinete Alex Brasileiro.

Devido ao momento crítico da doença, com todos os 10 leitos de UTI Covid ocupados até ontem na Santa Casa, foi decidido que o município vai seguir as regras da fase vermelha, que começa a valer a partir deste sábado (6/3) e segue até o próximo dia 19 de março, com toque de recolher das 20h às 5h.

A reunião foi convocada de forma emergencial pelo prefeito logo após o anúncio feito ontem (3/3), pelo governo do Estado, que colocou todas as regiões na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, devido ao aumento alarmante de casos, internações e mortes causadas pelo coronavírus.

 

SERVIÇOS ESSENCIAIS

A fase vermelha só autoriza o funcionamento normal de serviços considerados essenciais como indústrias, bancos, lotéricas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, feiras livres, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

Os setores de comércio e serviços não essenciais, como restaurantes e lanchonetes, só podem atender em sistema drive-thru, com o cliente dentro do veículo, e pedidos por telefone ou internet. É vedado o consumo no local. Academias, salões de beleza, restaurantes, bares, teatros, lojas de rua, concessionárias e escritórios deverão ficar totalmente fechados ao público.

 

AULAS PRESENCIAIS

A Prefeitura de Birigui adiou por 15 dias a volta às aulas presenciais nas 35 unidades da rede municipal de ensino, em virtude do atual cenário da covid-19. A retomada, em formato híbrido, com revezamento entre aulas presenciais e remotas, estava prevista para a próxima segunda-feira (8/3).

Desta forma, as aulas seguirão de forma remota, como acontece desde o dia 2 de fevereiro. Os pais deverão continuar retirando as atividades impressas nas escolas para os filhos realizarem em casa, de acordo com as datas estabelecidas pelas equipes gestoras de cada unidade escolar.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Internados e letalidade caem, mas números da pandemia seguem altos em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Foram 145 novos casos e 3 novas mortes por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *