VAZIO - Pátio de escola particular de Buritama permaneceu vazio nesta segunda, devido à suspensão das aulas

Casos de covid-19 fazem Buritama suspender aulas presenciais

DIEGO FERNANDES – BURITAMA

Onze escolas de Buritama, na região de Araçatuba, tiveram as aulas suspensas nesta segunda-feira (25). O motivo foi a notificação de dez casos de covid-19 entre profissionais de educação e estudantes de três escolas do município.
Dentre os dez casos notificados, alguns já tiveram os diagnósticos da doença confirmados e outros ainda aguardam resultados de exames.
Oito das onze escolas que tiveram as aulas suspensas ontem são da rede municipal, sendo quatro creches, duas escolas infantis, e duas de Ensino Fundamental I (Primeira à quinta série). Foram ainda duas escolas da rede estadual e uma da rede particular da cidade que tiveram as aulas suspensas.
O fato aconteceu na última semana antes de o governo estadual anunciar o fim do distanciamento de 1 metro entre alunos, que vai permitir que, de fato, se cumpra a volta de 100% dos estudantes do estado para as salas de aula.
De acordo com a secretaria municipal de saúde de Buritama, não dá pra dizer se há um surto de covid-19 nas escolas, mas há a preocupação com as crianças, já que o público abaixo de 12 anos ainda não está vacinado contra a doença.
“Hoje estamos com todas as escolas com pessoas suspeitas e pessoas positivas. A recomendação é de interrupção das aulas presenciais por 15 dias, as aulas continuarão remotas nas próximas duas semanas”, afirmou o secretário de saúde de Buritama, Edilson Carlos Paiva, em vídeo publicado nas redes sociais da prefeitura.
Segundo o titular da pasta, a prioridade é salvar vidas e por isso, a decisão de suspensão das aulas foi tomada junto ao corpo médico que auxilia a secretaria desde o início da pandemia.
“Sabemos que a educação é muito importante e não vamos abrir mão da educação. Mas salvar vidas e preservar nossas crianças neste momento é um bem maior”, afirmou o secretário.
A previsão da secretaria municipal de educação é de que as aulas presenciais retornem nas onze unidades escolares apenas no dia 8 de novembro.
Documentos serão enviados para o Ministério Público, ao Governo do estado, e ao Ministério da Saúde, informando a situação epidemiológica de Buritama e a paralisação das aulas presenciais.

Veja também

Atamor fará visitas a hospitais de todo o Brasil a partir de 2022; fundador pede doação de novelos de lã

Diego Fernandes – Araçatuba O grupo Atamor, de Araçatuba, que realiza ações no setor oncológico …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *