21.9 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Birigui informa morte por dengue e secretária diz que cidade vive epidemia

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA/BIRIGUI

Após Araçatuba confirmar a primeira morte por dengue do ano na última sexta-feira (1), nesta terça-feira (5) foi a vez de Birigui também confirmar a primeira vida perdida em 2022 pela doença causada pelo mosquito Aedes aegypti. A secretária de saúde afirmou que Birigui vive uma epidemia da doença.

De acordo com comunicado feito pela secretaria municipal de saúde de Birigui, a vítima fatal da doença foi uma mulher de 79 anos, que morava no bairro Nossa Senhora de Fátima, e que faleceu no último dia 16 de março.

Segundo informações da pasta, ela apresentou sintomas no dia 3 e procurou atendimento no pronto-socorro três dias depois. Devido à gravidade dos sintomas, ela ficou internada na Santa Casa de Birigui e acabou falecendo no último dia 16.

Birigui registra, até o momento, mais casos de dengue do que Araçatuba no ano de 2022. São 824 casos no município, que possui pouco mais de 126 mil habitantes. Já em Araçatuba, são 720 casos, em pouco mais de 199 mil moradores.

O município de Birigui ainda registra 2.200 notificações, sendo 380 casos negativos e 996 que ainda estão em investigação. Em 2021, foram 631 casos de dengue e uma morte em Birigui. 

Em nota, a secretário de saúde, Cássia Rita Santana Celestino, afirmou que Birigui vive uma epidemia da doença.

“Os números colocam o município em estado de epidemia”, afirmou a titular da pasta, que disse que acima de 200 casos já é considerada uma situação epidêmica.

Mutirão

Birigui realiza desde o começo de março um mutirão de combate à doença nos bairros do município. Até o último sábado (2), o mutirão passou por 41 bairros, com visitas a 10.351 imóveis. 

Foram recolhidas 37,6 toneladas de materiais inservíveis nestes locais que poderiam acumular água, principal forma de procriação do aedes aegypti. Ainda foram encontradas larvas do mosquito em 545 imóveis. 

“Priorizamos as regiões com maior incidência da doença, mas a ideia é trabalhar todas as regiões da cidade. Nas unidades de saúde e Pronto Socorro foi realizado treinamento e unificado o protocolo de atendimento para os pacientes com sintomas da doença”, disse a secretária. “O poder público está tomando providências, mas que não serão suficientes se não tivermos a colaboração da população. Estamos em guerra contra o mosquito e os moradores devem nos ajudar vistoriando cada cantinho de suas casas eliminando diariamente qualquer tipo de recipiente que possa acumular água parada”, apelou em fala através da assessoria de imprensa.

Araçatuba

Em Araçatuba, já foi confirmada a morte por dengue de um homem de 50 anos, que faleceu no dia 7 de março após três dias de internação. A confirmação foi feita após envio de laudo comprobatório pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

A cidade também investiga a morte de um homem de 77 anos, que faleceu no dia 27 de março. A amostra já foi enviada ao Instituto. Araçatuba teve, até o momento, 720 casos de dengue neste ano. (Com informações da Prefeitura de Birigui)

 

Ultimas Noticias