22.8 C
Araçatuba
sábado, junho 25, 2022

Birigui e Araçatuba lideram geração de empregos

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Com saldo de 265 postos de trabalho criados no mês de abril, Birigui mantém a liderança no ranking regional de geração de emprego pelo quarto mês consecutivo. É o que mostram os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta segunda-feira (06/06). Araçatuba gerou 195 novos postos de trabalho e Penápolis 116. Já Andradina teve saldo negativo de 11.

O saldo positivo de Birigui é resultado de um total de 1.413 contratações e 1.148 desligamentos. Os números foram influenciados pelo desempenho dos setores de serviços, indústria, construção civil e comércio. No acumulado do ano, o município tem saldo é de 1.863 postos com carteira assinada. Nenhum setor teve saldo negativo no município. Já Araçatuba teve 2.028 admissões e 1.833 demissões. O setor que mais empregou foi serviços, com saldo positivo de 198 vagas. O comércio foi o que mais demitiu. A indústria de Andradina gerou muitos empregos – saldo positivo de 191 – mas, outros setores, como serviços, tiveram saldo negativo. Em Penápolis foram 715 admissões e 614 desligamentos. 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Birigui, Nivaldo Albani, o resultado corrobora com os indicadores positivos da economia biriguiense registrados no primeiro quadrimestre deste ano, com destaque para o crescimento das exportações e abertura de empresas.

“Outro detalhe é o aumento projetado no Índice de Potencial de Consumo, indicador que é um termômetro da expansão do mercado interno dos municípios brasileiros. O resultado colocou Birigui em uma posição de destaque na região, em especial, no crescimento comparado a 2021”, disse.

“Todos os grandes setores produtivos contribuíram com o saldo positivo registrado em abril. Esse resultado evidencia a força da economia biriguiense e um equilíbrio entre os setores da economia, desempenho que potencializa o crescimento econômico local e traz oportunidades de novos investimentos para o município”, comemorou o prefeito Leandro Maffeis.

 

BRASIL

Em abril, o Brasil criou 196.966 novos empregos formais. O saldo é resultante de um total de 1.854.557 admissões e de 1.657.591 desligamentos. Com isso, os trabalhadores celetistas no país estavam, naquele mês, em 41.448.948 vínculos.

 

Regiões e estados

Todas as cinco regiões brasileiras tiveram saldo positivo, com uma variação entre 0,32% (Região Sul, com 25.102 novos postos) e 0,72% (Região Centro-Oeste, com 25.598 novos postos). Na Região Sudeste foram criados 101.279 postos (alta de 0,48%, na comparação com o mês anterior); no Nordeste foram 29.813 novos postos (0,45%); e na Região Norte foram 12.023 novos postos (0,62%).

Entre as unidades federativas, São Paulo foi quem teve melhor saldo, com 53.818 novos postos (0,42% a mais, na comparação com março); seguido do Rio de Janeiro, com 22.403 postos (0,69%); e de Minas Gerais, com 20.059 postos (0,46%).

 

 

 

Ultimas Noticias