AÇÃO - Policiais da Deic sofreram escoriações ao cumprirem mandato de busca ARQUIVO

Vendedor procura a polícia e alega ter sido agredido em casa de prostituição

Compartilhe esta notícia!

A Polícia Civil de Araçatuba vai investigar supostas agressões sofridas por um vendedor de 35 anos dentro de uma casa de prostituição na cidade, localizada no bairro Chácaras Bandeirantes. A vítima procurou a delegacia na sexta-feira (23) para registrar boletim de ocorrência.

O homem contou em depoimento aos investigadores que uma esteve no local, consumiu bebidas alcoólicas e contratou duas garotas de programa para manter relações sexuais com ele. Algum tempo depois, ao pagar a conta, o declarante alega que o estabelecimento queria cobrar um valor muito mais alto do que entendia dever.

Inicialmente, o vendedor pagou R$ 750 e depois mais R$ 930. Mas, a proprietária exigiu mais R$ 800. Ao se negar a fazer o pagamento, uma das garotas de programa se apropriou do celular do homem e não quis devolver o aparelho. Durante a discussão surgiram supostos seguranças do local, que passaram a agredi-lo com socos, tapas e chutes, além de sofrer ameaças.

Segundo a polícia, o vendedor não ficou com lesões aparentes. Um inquérito será instaurado para apurar o ocorrido. Até o fechamento dessa edição nenhum suspeito havia sido identificado.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Bordador é morto com golpe de faca pelo amigo de infância

Compartilhe esta notícia!O bordador Sidney Rodrigues dos Reis, de 38 anos, foi morto a facadas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *