Rapaz que matou a vizinha estrangulada é encontrado morto dentro de cela

Compartilhe esta notícia!

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar a morte do servidor público municipal Danilo de Oliveira Ferreira, de 25 anos. Ele estava preso desde a última quinta-feira (15) no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Lavínia depois de confessar ter assassinado a própria vizinha, a comerciante Rosineia Rodrigues dos Santos, 42, em Santo Antônio do Aracanguá na noite da última terça-feira (12). O rapaz foi encontrado sem vida dentro da cela. A principal suspeita é de suicídio.

De acordo com a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), por volta das 22h30 de sábado (16) os agentes penitenciários faziam a ronda nominal de rotina e Ferreira não respondeu. Ao verificarem o que tinha acontecido, os funcionários localizaram o jovem já sem vida. Ele teria usado a calça do uniforme que vestia para cometer suicídio.

“O preso estava custodiado no local desde o último dia 15. Foi aberto procedimento para apuração e registrado boletim de ocorrência na delegacia local”, conclui a SAP por meio de nota.

O corpo de Ferreira foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba e passou por exame necroscópico. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para apontar as circunstâncias da morte.

CRIME CHOCANTE

O assassinato de Rosineia chocou a pequena Santo Antônio do Aracanguá. Por volta das 22h de terça, o suspeito teria pulado o muro da residência para praticar um furto. As imagens de uma câmera de segurança de outra casa flagraram o momento em que ele passa pela rua em atitude suspeita. Já no quintal, a comerciante teria se deparado com o indiciado. Ela gritou ao ver a situação e foi surpreendida pelo rapaz.

A fim de tentar calá-la, o investigado começou a estrangulá-la com um cinto encontrado no quarto da vítima. Ao perceber que já estava morta, ele teria permanecido dentro da casa por mais alguns minutos. Ele arrumou a cama, como se nada tivesse acontecido, abriu o veículo Honda/Civic pertencente à comerciante, colocou o corpo dela dentro do porta-malas e saiu.

O indiciado parou às margens da rodovia Marechal Rondon, já em Araçatuba, e jogou o corpo em uma ribanceira. Os investigadores conseguiram chegar até ele horas depois. Em depoimento, o autor confessou todo o crime e levou os policiais até o local onde havia deixado a comerciante.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Quadrilha invade shopping, furta R$ 157 mil em celulares e acaba presa pela PM

Compartilhe esta notícia!A noite de segunda-feira (26) foi de correria, susto e prisões em um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *