Policiais apreendem cigarros contrabandeados e milhares de comprimidos inibidores de sono

Compartilhe esta notícia!

A Polícia Rodoviária de Araçatuba registrou duas grandes apreensões entre o fim da tarde e a noite de quarta-feira (10) nas rodovias Assis Chateaubriand (SP-425), em Braúna, e na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba. Foram apreendidos cigarros contrabandeados e rebites, uma droga utilizada para inibir o sono, muito utilizada por motoristas de caminhão.

A primeira ocorrência foi registrada por policiais do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário). Eles faziam fiscalização de rotina pela Assis Chateaubriand quando, na altura do quilômetro 317, deram ordem de parada ao motorista de um veículo Fiat/Doblô, de 34 anos. Ele obedeceu a ordem e teve o carro revistado. Lá dentro foram encontradas 30 caixas com 15 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai sem a devida documentação fiscal.

O suspeito contou que foi até Salto del Guairá, no Paraguai, e comprou os produtos pelo valor de R$ 22 mil para comercializá-los em Minas Gerais. Diante das evidências, ele foi levado até a sede da Polícia Federal de Araçatuba e permaneceu preso em flagrante por contrabando.

ARAÇATUBA

Algumas horas depois, uma equipe da PRE estava em frente da base de Araçatuba quando parou um veículo GM/Montana com placas de Salto. Durante vistoria foram localizados 123.500 comprimidos de rebite, um tipo de droga inibidora de sono do tipo anfetamina, muito utilizada por motoristas de caminhão.

O suspeito confessou que levaria a carga para Salto e receberia mil reais pelo transporte ilegal. Ele foi apresentado na Central de Flagrantes e acabou liberado na presença de um advogado. A Polícia Civil encaminhou os comprimidos para o Instituto de Criminalística em São Paulo a fim de realizar a comprovação do entorpecente.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Tribunal de Justiça amplia número de réus da Operação Raio-X

Compartilhe esta notícia!Por decisão da 3ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça, todos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *