Polícia Militar Ambiental faz segunda fase de operação para prevenir queimadas

Compartilhe esta notícia!

A semana começa com operação realizada pela Polícia Militar Ambiental em todo o estado de São Paulo, inclusive na região de Araçatuba para a prevenção de queimadas, principalmente em plantações de cana-de-açúcar. A segunda fase da Operação Huracan deve reunir mais de mil policiais militares ambientais durante três dias.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os trabalhos serão realizados pela Polícia Militar Ambiental, o Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especialização em Meio Ambiente (Gaema), durante os dias 21, 22, e 23 de junho.

Com o contingente de 1.200 policiais militares, promotores de justiça e técnicos do Gaema, e emprego de 430 viaturas e drones a operação terá por objetivo reforçar a prevenção de queimadas e/ou incêndios florestais, e consequentemente, a minimização dos impactos que estes acarretam no meio ambiente e na saúde pública.

“Nesta segunda etapa as ações serão concentradas na refiscalização dos alvos da “Operação Huracan I”, a fim de verificar a manutenção ou adequação à legislação vigente das áreas irregulares, também serão os proprietários rurais orientados quanto às medidas de prevenção, a exemplo da manutenção dos aceiros nas plantações de cana-de-açúcar”, informou a Polícia Militar Ambiental por meio de uma nota.

Margens de rodovias, ferrovias, zonas de amortecimento de Unidades de Conservação (UC) e outros pontos de vulnerabilidade para incêndios serão alvo do Ministério Público e da Polícia Ambiental.  Haverá continuidade nas ações de educação ambiental nas redes sociais como forma de conscientização de toda a população, com os alertas:

“Operação “Huracan” antecipa as ações da “Corta-Fogo”, que conta com a integração das ações dos órgãos ambientais na prevenção, monitoramento, controle e combate a incêndios florestais”.

Ainda mais importante, iniciam-se as ações de educação ambiental nas redes sociais como forma de conscientização de toda a população, com os alertas para não atirar cigarros ou fósforos às margens de rodovias, não soltar balões, evitar acender foguieiras perto de matas e em dias de vento, não realizar quemadas, não sltar fogos de artifício próximo às áreas de com vegetação, não permitir que crianças façam o uso de fósforo, isqueiro ou materiais inflamáveis e não jogar lixo em terrenos baldios.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Flagrante de roubo termina em salvamento de criança engasgada com leite

Compartilhe esta notícia!Uma ocorrência de flagrante de roubo terminou em salvamento de uma criança pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *