Polícia Civil cumpre mandados no âmbito da Operação Raio-X

Compartilhe esta notícia!

Policiais civis do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) cumpriram quatro mandados de buscas e apreensões na manhã dessa segunda-feira (19) no âmbito da Operação Raio-X, que investiga esquema de corrupção entre empresários e agentes políticos por meio de OSSs (Organizações Sociais de Saúde). Os trabalhos aconteceram em Birigui.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que as ações tiveram o objetivo de apreender documentos em endereços ligados a um médico de Birigui e a um laboratório, já que existe a suspeita de que o laudo médico apresentado pelo anestesista Cleudson Garcia Montali seja falso. Ele é apontado como chefe do suposto esquema de desvios de verbas da saúde pública.

Cleudson estava preso no CR (Centro de Ressocialização) de Birigui desde setembro do ano passado, mas deixou a unidade na última sexta-feira (16) para cumprir prisão domiciliar em habeas corpus concedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes.

A Operação Raio X foi deflagrada no dia 29 de setembro do ano passado após vários meses de trabalho investigativo. O grupo usava organizações sociais de saúde OS (Santa Casa de Birigui e Santa Casa de Pacaembu). Por meio destas instituições eram firmados contratos de gestão com municípios. Os recursos eram desviados por meio de contratos com prestadores de serviços. O esquema envolvia dezenas de pessoas. Na operação foram apreendidas propriedades, veículos de luxo e até uma aeronave. A justiça já autorizou a alienação de alguns bens.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária Federal apreende quase uma tonelada de maconha em Penápolis

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – PENÁPOLIS No início da tarde de domingo (26), equipe da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *