Pit bull ataca três pessoas e é morto a tiro por policial militar de folga

Um cão da raça pit bull foi morto a tiros por um policial militar de folga após atacar três pessoas em uma rua do município de Luiziânia, na região de Penápolis, na manhã dessa quarta-feira (16). Um dos feridos é o vereador da cidade Israel Ribeiro da Silva (MDB), de 49 anos, que foi socorrido em estado grave.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, as outras duas vítimas são um idoso de 64 anos e outro de 76. Elas estavam na via pública quando foram atacadas pelo animal, que teria escapado de uma residência nas proximidades.

O policial militar, que naquele momento estava de folga, escutou os gritos de desespero das vítimas, saiu para verificar o que estava acontecendo e voltou para o imóvel para buscar a própria arma de fogo. Em seguida, ele efetuou um disparo contra o cão, que morreu ainda no local.

Os idosos sofreram diversos ferimentos e passaram por atendimento médico na unidade básica de saúde do próprio município. Depois de receberem curativos e serem medicados, eles foram liberados. Já o vereador teve que ser transferido em estado grave para a Santa Casa de Penápolis, onde permaneceu internado. Segundo a polícia, ele não corria risco de morte.

O caso foi apresentado na delegacia de Luiziânia e a dona do cão vai responder por omissão de cautela na guarda de animal. A Polícia Civil vai abrir inquérito para dar andamento às investigações do ocorrido.

Veja também

Rapaz é preso após tentar furtar loja no centro de Três Lagoas

Um rapaz de 28 anos foi preso na sexta-feira (3) por policiais militares do 2º …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *