Home Plantão Policial Pintor é preso com armas, drogas e dinheiro

Pintor é preso com armas, drogas e dinheiro

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Um pintor de 33 anos de idade foi preso, na noite de segunda-feira (05), com armas de fogo, munição, drogas e dinheiro. A prisão ocorreu dentro da residência dele, localizada na rua Doutor Edson Antonio Romera, no bairro Claudionor Cinti, em Araçatuba.

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, policiais militares faziam patrulhamento de rotina quando receberam informações de um morador que dentro de uma casa escutava-se uma criança chorar muito e uma mulher pedia socorro. Os PMs se deslocaram até o endereço e encontraram uma mulher varrendo a frente do imóvel.

 

Ela foi questionada a respeito se estava acontecendo alguma briga por ali, mas negou. Ela autorizou a entrada das equipes para averiguação e informou que o filho e a nora estavam no interior da casa. Um dos policiais passou pela janela e avistou um revólver de calibre 32 e drogas em cima de uma cama.

 

O pintor foi abordado logo em seguida e confessou a propriedade dos objetos ilícitos. Ele já era conhecido nos meios criminais por tráfico de drogas. Logo em seguida, o autor levou a polícia até o quarto. Lá havia maconha, pasta base de cocaína e alguns pinos já com a droga fracionada, balança de precisão, celulares, facas e R$ 635,00 em dinheiro. Em outro cômodo, os policiais localizaram um segundo revólver de calibre 32 com munições.

 

O indiciado disse que estava sofrendo ameaças e, por isso, comprou as armas. Ele também revelou ter vendido o carro para comprar os entorpecentes a fim de comercializá-los, já que está desempregado. Diante das evidências, o homem recebeu voz de prisão e foi levado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento.

 

O delegado plantonista manteve a detenção por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, deixando-o à disposição da Justiça. O investigado passou por audiência de custódia na manhã de terça-feira (06) e depois foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Nova Independência, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil apreendeu todos os objetos e abriu inquérito pelo quarto distrito policial do município.


Compartilhe esta notícia!