18 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

Jovem que estava desaparecida é encontrada morta em quarto de motel em Araçatuba

Depois de ficar 24 horas desaparecida, a jovem Maitê Martins, de 23 anos, foi encontrada sem vida no quarto de um motel, às margens da rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba. A suspeita é de suicídio por overdose de injeção de insulina com vitamina. Familiares fizeram uma campanha nas redes sociais em busca de informações a respeito do paradeiro de Maitê.

Conforme informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL com os familiares da jovem, ela teria desaparecido da casa onde morava com os avós por volta das 10h de quinta-feira (13) depois de um surto, já que sofria alguns problemas psicológicos.

Maitê saiu conduzindo um veículo VW/Gol cinza do bairro Dona Amélia e, desde então, não foi mais vista por amigos e familiares. Muitos tentavam contato telefônico, mas a ligação caía na caixa postal. Imediatamente, uma corrente foi feita nas redes sociais em busca de informações, com o compartilhamento de fotos da jovem.

LOCALIZAÇÃO

Por volta das 11h30 dessa sexta-feira (14), o corpo de Maitê foi localizado dentro do quarto de um motel, localizado no bairro Jardim do Trevo. Policiais militares foram acionados pela gerência do estabelecimento, a qual informou que a jovem fez check-in no local pouco depois das 23h de quinta, aparentemente sozinha, com o mesmo veículo que havia saído de casa.

Percebendo que não havia nenhum tipo de manifestação no quarto horas depois, o gerente bateu à porta, mas não obteve resposta. Os policiais militares chegaram, abriram a porta e localizaram o corpo coberto por um lençol e um cobertor, sem sinal de violência.

Um médico foi acionado e constatou a morte ainda no local. A área foi isolada para o trabalho da perícia técnica. A suspeita é de que a morte tenha sido causada pela aplicação de insulina com vitamina, já que foram encontrados materiais desse tipo no quarto. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias.

Os peritos também examinaram o carro que a jovem estava. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento aos trabalhos investigativos e registrou o caso como morte suspeita, com dúvida razoável quanto a tratar-se de suicídio.

Ultimas Noticias