25.9 C
Araçatuba
domingo, agosto 7, 2022

Homem que matou a mulher com tiro na cabeça continua foragido

Um crime de feminicídio chocou toda a população de Mirandópolis, na região de Araçatuba em plena Sexta-feira Santa. Um homem de 54 anos de idade matou a companheira, de 34, com um tiro na cabeça. Ele fugiu e até agora não foi encontrado. A vítima teve morte cerebral confirmada algumas horas após o crime.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o assassinato teria ocorrido por volta das 11h na residência que o casal vivia. Ainda não se sabe o que teria acontecido, mas os dois tiveram uma discussão. O suspeito, identificado como João Batista dos Santos, estava com uma arma e teria disparado, pelo menos, três vezes contra Rogéria Manoela Rocha. Um dos tiros atingiu a cabeça dela.

A mulher chegou a ser socorrido com vida até o Hospital Regional de Mirandópolis, mas teve morte cerebral confirmada algumas horas depois de ter dado entrada na unidade hospitalar. O corpo dela foi encaminhado até o IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. O sepultamento ocorreu ontem (20).

Após o crime, João fugiu em alta velocidade com um veículo branco. Em uma estrada de terra, ele capotou o automóvel, mas mesmo assim conseguiu fugir por meio de um matagal. Policiais militares e civis começaram a procurar pelo indiciado, encontraram o carro e passaram grande parte do dia tentando encontrá-lo no matagal, mas não conseguiram. Até o fechamento desta edição, ele continuava foragido.

Segundo a Polícia Civil, em 2000, o homem já havia sido preso por ter matado a ex-companheira. Ele tinha cumprido a pena e ganhou a liberdade em 2009. Um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações sobre o caso. Se alguém tiver alguma informação a respeito do paradeiro do autor pode telefonar para o número 190, da Polícia Militar, ou no número 181, da Polícia Civil.

Ultimas Noticias