20.3 C
Araçatuba
segunda-feira, junho 27, 2022

Homem que ateou fogo na mulher é condenado a sete anos de prisão

A Justiça de Araçatuba condenou a sete anos de prisão Romário dos Santos Cândido, acusado de jogar combustível e atear fogo no corpo da companheira dele em janeiro de 2020, no bairro Rosele, zona norte de Araçatuba.

O julgamento aconteceu na quarta-feira (26) e durou mais de cinco horas. Os jurados acataram na íntegra a denúncia oferecida pelo Ministério Público por tentativa de feminicídio qualificado por uso de fogo. A defesa pediu a desclassificação do crime para lesão corporal culposa e a absolvição do réu, mas não foi atendido.

De acordo com denúncia oferecida pelo Ministério Público na época, o autor e a vítima mantinham um relacionamento amoroso por aproximadamente quatro meses àquela época. Após as festividades da virada do ano, o casal retornou para a casa onde viviam.

O denunciado queria continuar ingerindo bebida alcoólica em um bar, quando um amigo dele o orientou para que fosse embora. Nesse momento, ele se apoderou de uma faca e apontou para o homem, que acabou indo embora.

Na sequência, o réu e a mulher tiveram uma discussão. Ele foi até os fundos da residência, pegou um galão com líquido inflamável e despejou todo o conteúdo no corpo da vítima. Por fim, o acusado se apoderou de um isqueiro e incendiou o corpo da convivente.

A vítima foi socorrida por uma unidade do Resgate e encaminhado ao pronto-socorro, onde precisou ser internada pelas queimaduras. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o homem em flagrante por tentativa de feminicídio. Para o Ministério Público, o homicídio só não se consumiu, porque um vizinho percebeu a situação e auxiliou a mulher rapidamente.

“A tentativa de homicídio foi cometida por razões do sexo feminino, envolvendo violência doméstica e familiar, uma vez que o denunciado é companheiro da vítima”, afirmou o promotor de Justiça Adelmo Pinho durante a denúncia.

Ultimas Noticias