Homem mata o sogro por discussão causada por chave

Lucas Pereira da Silva, de 31 anos, matou o sogro Antonio Manoel da Silva, de 71, depois de uma discussão por conta da chave de uma casa. O crime aconteceu na Avenida Paes Lemes, no centro de Sabino. Ele escondeu o assassinato da esposa, a qual estava dando a luz na maternidade da Santa Casa de Lins durante a tarde de terça-feira (26).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais militares foram acionados por alguns populares, o qual acenaram com a mão enquanto a viatura fazia patrulhamento. Eles contaram em depoimento que a namorada do suspeito teria dito que o padrasto teria sido morto por ele e estaria na casa em que morava. O autor estaria com ela na maternidade da Santa Casa de Lins.

Outra equipe conseguiu deter o autor no hospital. Já os outros policiais entraram na residência e localizaram o corpo da vítima enrolada em um lençol em rigidez cadavérica. A cozinha estava com manchas de sangue espalhadas por vários cantos.

A área foi isolada para o trabalho das equipes da Polícia Civil e da perícia técnica. Lá, a faca provavelmente utilizada na ação foi apreendida. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias. Enquanto isso, Lucas foi encaminhado para a delegacia e confessou o assassinato.

DETALHES

Em depoimento, Lucas disse que mora com a noiva e com o padrasto dela. Genro e sogro não tinham atritos, diferentemente da relação com a enteada. Ela ganharia o filho naquela data, mas teve uma discussão com o padrasto por conta de uma chave. O noivo fez uma intervenção, enquanto a companheira ia para o posto de saúde sozinha, iniciou uma discussão com o sogro e entraram em luta corporal.

Em determinado momento, o autor se apoderou de uma faca e o golpeou algumas vezes. Ao perceber que Silva estava sem vida e com medo de que a noiva descobrisse, ele limpou a cena do crime e enrolou o corpo em um lençol. A mulher não percebeu a ação e teve o filho normalmente na maternidade da Santa Casa de Lins, vindo a descobrir somente horas depois o ocorrido.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante por homicídio praticado por motivo fútil e permaneceu à disposição da Justiça. O caso será investigado por meio de um inquérito policial.

Veja também

Homem suspeito de cometer dupla tentativa de homicídio vai a julgamento

A Justiça de Araçatuba julga nessa quarta-feira (1) Sidnei Alves, acusado de cometer dupla tentativa …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *