Após recusar usar máscara, homem dispara tiros em frente de bar

FOTO CEDIDA: ARAÇATUBA ACONTECE

O fim da noite de domingo foi marcado por tumulto e tiros em um bar localizado na rua Bandeirantes, na área central de Araçatuba. Um homem de 46 anos foi preso depois de disparar tiros contra o estabelecimento comercial após descumprir normas e não usar máscara de proteção facial. Com ele, a Polícia Militar apreendeu uma pistola de calibre 380.

Conforme informações do boletim de ocorrência, uma equipe da PM realizava patrulhamento de rotina quando recebeu chamado do Copom (Central de Operações da Polícia Militar) informando a respeito de diversos disparos de arma de fogo no endereço. Chegando lá, os PMs encontraram o indiciado ao lado de um veículo VW/Golf.

Ao avistar a viatura, ele entrou no carro e tentou engatar a marcha ré, mas foi cercado. Nesse momento, a polícia localizou uma pistola de calibre 380 municiada com nove cartuchos intactos. Questionado, o homem negou ter efetuado disparos e ter se envolvido em qualquer confusão. Em seguida, dois rapazes qualificados como vítimas se aproximaram e reconheceram o autor como aquele que realizou os disparos.

As referidas vítimas contaram em depoimento que estavam no bar quando foram solicitados pelos seguranças para que ajudassem a conduzir o indiciado para fora do local, já que o mesmo não estava seguindo as normas do estabelecimento. Após ser retirado, o homem saiu no veículo Golf em alta velocidade e teria retornado alguns minutos depois já armado com a pistola.

Uma das vítimas, que seria policial, revidou os disparos e houve troca de tiros. Apesar do susto, ninguém foi atingido. Ambas vítimas concordaram em realizar exame residuográfico, mas o investigado se negou. Ele também não quis realizar o teste do bafômetro e, por isso, teve o carro apreendido. Segundo a Polícia Civil, o homem já teria passagens criminais por roubo, falsa identidade e fuga de local de acidente.

Ele foi encaminhado até a delegacia e permaneceu calado durante o interrogatório. O delegado plantonista manteve a prisão dele em flagrante por tentativa de homicídio e o deixou à disposição da Justiça. O suspeito foi encaminhado na manhã dessa segunda-feira (28) para a cadeia pública de Penápolis. A arma dele e a do policial foram apreendidas e seriam periciadas. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações e usará imagens de câmeras de segurança do bar para entender melhor a dinâmica da ação.

Veja também

Rapaz é preso após tentar furtar loja no centro de Três Lagoas

Um rapaz de 28 anos foi preso na sexta-feira (3) por policiais militares do 2º …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *