DEFINIDO - Por videoconferência, prefeitos elegem nova diretoria da associação

Guerreiro assume cargo em Associação de Municípios

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Na quarta-feira (10), em votação realizada por videoconferência, a Associação dos Municípios Sede de Usinas hidroelétricas e Alagados (AMUSUH) elegeu a diretoria executiva e os conselhos fiscais e dos municípios alagados para o biênio 2021-2022, com grande participação dos associados. O prefeito de Trêsw Lagoas, Angelo Guerreiro, que integrava o Conselho Fiscal, foi eleito Diretor de Relações Institucionais da AMUSUH. O presidente é o prefeito de Ilha Solteira, Otávio Gomes.

Os nove prefeitos (as) da diretoria executiva, 10 do conselho fiscal e 20 do conselho dos municípios alagados representam 739 municípios de 21 estados. A chapa de consenso foi eleita por unanimidade e todos os mais de 70 presentes reforçaram apoio às pautas e estratégias de ação da AMUSUH para desenvolver os municípios.

Otávio Gomes lembrou que “a Associação cresceu vertiginosamente e agora temos uma Diretoria e Conselhos que representam a quase totalidade do nosso Brasil. A AMUSUH é municipalista e vai zelar pelos 739 municípios sedes de usinas hidroelétricas e alagados”.

Uma das grandes vitórias da AMUSUH, foi o PLC 315 que ampliou os repasses da Compensação Financeira e Royalties pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH). A entidade ampliou as parcerias com a Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP) do Ministério da Agricultura (MAPA).

Conforme Guerreiro, “com essa parceria podemos tirar muito proveito dos lagos das usinas hidrelétricas tanto com a pesca, como o turismo, o esporte, pautas que a AMUSUH está tratando há algum tempo”.

Ultimamente, a associação briga pela modernização da legislação e melhorias que poderão vir no novo Código Brasileiro de Energia Elétrica, em tramitação no Congresso, o que beneficiará em muito a arrecadação dos municípios alagados.

 

Veja também

Gestores de Ji-Paraná conhecem o núcleo industrial e outros setores econômicos

DA REDAÇÃO – Três Lagoas O desenvolvimento socioeconômico de Três Lagoas nos últimos anos tem …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *