Home Cidades Governador destaca apoio político na viabilização do Estado e do pacote de obras de R$ 4,2 bilhões

Governador destaca apoio político na viabilização do Estado e do pacote de obras de R$ 4,2 bilhões

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO 0 CAMPO GRANDE

A construção do maior pacote de obras da história de Mato Grosso do Sul somente foi possível com a política municipalista e transparente do governo e o apoio da bancada federal e da Assembleia Legislativa, afirmou o governador Reinaldo Azambuja. O conjunto de investimentos do Programa Governo Presente para o triênio 2020/2022, que soma mais de R$ 4,2 bilhões, foi lançado na noite desta sexta-feira (6/3).
“Tenho uma gratidão enorme aos deputados estaduais, pela coragem e discernimento ao aprovarem projetos impopulares, mas necessários para que pudéssemos fazer as reformas e manter o equilíbrio financeiro para fazer as entregas e lançar este pacote de obras”, disse o governador. Ele também realçou o comprometimento da bancada federal na liberação de emendas parlamentares, em especial para a educação, saúde e agricultura familiar.
O lançamento do programa de obras do Governo Presente contou com a presença das mais representativas lideranças políticas do Estado e caravanas dos 79 municípios, que lotaram as dependências do Centro de Convenções Albano Franco. Além do senador Nelsinho Trad, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores, o evento foi prestigiado pela ministra da Agricultura, pecuária e do Abastecimento, Tereza Cristina, e representantes do Judiciário.
Governador agradeceu apoio dos parlamentares, lideranças políticos dos municípios e de sua equipe de governo

Programa democrático
Acompanhado da primeira-dama Fátima Azambuja, o governador Reinaldo Azambuja deixou transparecer seu entusiasmo e felicidade com o lançamento de um pacote de obras que traduz o desempenho de sua gestão na condução de um Estado equilibrado financeiramente. Por várias vezes, durante seu discurso, disse que se sentia feliz por contar com o apoio das bancadas federal e estadual, das lideranças municipais e a competência de sua equipe de governo.
“Quero agradecer também a parceria dos prefeitos e vereadores, que nos ajudaram a elencar as prioridades de seus municípios e construir esse momento, que é único”, pontuou. Reinaldo Azambuja citou em sua fala as reivindicações apresentadas por alguns prefeitos, nas audiências do Governo Presente, realizadas em 2019. “Como foi bom e importante ouvir vocês, temos aqui um programa democrático, que atende as demandas de nossa população.”
O governador destacou ainda o papel preponderante do secretário Eduardo Riedel, de Governo e Gestão Estratégica, na modelagem do pacote de obras, ao lado de Sérgio de Paula, secretário especial de Articulação Política, e do então assessor do Escritório de Gestão Política do Governo, o qual faleceu em fevereiro. “O Dirceu não está presente, nos deixa uma lacuna no coração, mas estamos felizes por entregar mais uma ação importante de governo”, frisou.

Emprego na veia
Ao falar durante o ato em nome da bancada federal, da qual é o coordenador, o senador Nelsinho Trad citou o equilíbrio e a harmonia que predominam entre o governo e os parlamentares federais e estaduais. “O funcionamento dessa engrenagem precisa de um líder e o Reinaldo Azambuja exerce essa liderança, nos inspirando no Congresso Nacional uma sintonia que erradia para os municípios”, comentou.
A ministra Tereza Cristina disse que o país precisa gerar mais emprego, num momento complicado da economia, e o pacote de obras lançado pelo governador coloca “o emprego na veia” e aquece economicamente os municípios. “Estamos vivendo um momento de celebração”, citou. O deputado Paulo Correa, presidente da Assembleia Legislativa, parabenizou Reinaldo Azambuja pelo arrojado e inédito programa de obras.
Presentes ao ato o vice-governador Murilo Zauith, secretários de Estado, prefeitos dos 79 municípios e representantes do tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público Estadual e Defensoria Pública. (Sílvio de Andrade-Subcom)


Compartilhe esta notícia!