CONSCIENTIZAR - Trabalho visa conscientizar quanto à importância de se combater a violência

Alunas escrevem sobre a importância da Campanha Agosto Lilás

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

O mês alusivo ao Agosto Lilás terminou, porém o enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher continua com a reflexão das alunas Juliana Amaral Trindade, da Escola Estadual “Afonso Pena” e Lana Vitória L. Santos, da Escola Bom Jesus feita por meio de uma redação  abordando o assunto.

A campanha, realizada durante todo o mês de agosto por meio do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher em parceria com a CRE 12 – Coordenadoria Regional de Educação a divulgação da Lei Maria da Penha, tinha como principal objetivo fomentar à comunidade o desenvolvimento de uma consciência pautada na igualdade de direitos e estimulando a convivência em comum.

Durante todo o mês, várias ações foram promovidas pela cidade, entre elas palestras realizadas por professores que incentivaram a produção de trabalhos relativos ao tema.

Para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Rosires Magalhães, trabalhos como estes em Escolas Estaduais não só promovem a divulgação da Lei Maria da Penha, como trabalham a importância dos meios de combate à violência (seja física, psicológica, moral, patrimonial ou sexual) com a mulher, crianças e adolescentes.

“Precisamos cada vez mais trabalhar a divulgação da rede de proteção à mulher em situação de violência e trabalhos como estes informam as nossas crianças e jovens quais são os canais de denúncia (disk 100, 180 ou 190). Os alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio apresentaram vários tipos de trabalhos através de vídeos, cartazes, desenhos e redações e ficamos muito orgulhosos do resultado”, disse.

As redações das alunas Juliana e Lana são uma representatividade dos muitos trabalhos realizados em sala de aula durante a Campanha Agosto Lilás  e podem ser conferidas clicando abaixo.

 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Alternativas à carne bovina também ficam mais caras; carne de porco tem acréscimo de 25% em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA O consumidor está em um verdadeiro labirinto na hora …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *