Home Cidades Três Lagoas adia temporariamente início da Campanha de Vacinação

Três Lagoas adia temporariamente início da Campanha de Vacinação

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas informa à população que adiou, temporariamente, o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza, prevista e anunciada para começar na segunda-feira (23) em todas as Unidades de Atenção Primária de Saúde.
A previsão é que o início da campanha ocorra na mesma semana, porém ainda sem a data definida, até que as unidades consigam organizar a programação e direcionar equipes para os locais em que acontecerão as vacinações.
A estratégia adotada, de início, será a vacinação fora das Unidades de Saúde. As coordenações dos postos entrarão em contato com a direção da escola de cada bairro, para que a vacinação aconteça nas escolas, já que possuem mais espaço e para separar os grupos de risco dos pacientes que procuram atendimento médico.
Oportunamente, como ressaltou a secretária de Saúde, Angelina Zuque, será divulgado a toda a população a nova data de início da Campanha de Vacinação, “já que é necessário priorização absoluta aos profissionais que trabalham no atendimento à Saúde da população e, em seguida, os nossos idosos, acima de 60 anos”.
Segundo estimativas do Setor de Imunização da SMS, o total da população que deverá ser imunizada contra a Gripe Influenza é acima de 30,4 mil pessoas, divididas nos anunciados grupos prioritários, entre eles, os mais de 10,4 mil idosos e 3,2 mil trabalhadores da Saúde.
A coordenadora de imunização da SMS, Humberta Azambuja, se reuniu com as coordenadoras das unidades na manhã de sexta-feira (20) para passar informações do Governo Estadual e planejarem da melhor forma as estratégias adotadas.

ENTREVISTA
“Pedimos aos nossos idosos que permaneçam em suas casas. As nossas unidades de saúde estão lotadas”, disse a secretária de Saúde, Angelina Zuque, em entrevista à Cidade FM, de Três Lagoas. Segundo a secretária, não tem como levar os idosos para as unidades de saúde. Ela disse disse que isso provocaria superlotação, o que não é indicado no momento.
*Os postos de vacinação serão levados para as escolas porque foram suspensas as aulas. São locais amplos, arejados. Estamos neste momento finalizando as estratégias de quais serão as escolas que serão postos de vacinação para iniciar a divulgação”, disse a secretária, enfatizando que os locais de vacinação, assim como a data de início serão amplamente divulgados para que todos possam ser vacinados.

REUNIAO_TECNICA_SAUDE (13)
ESTRATÉGIA – Equipe da saúde traça planos de atuação para início da vacinação contra gripe
DIVULGAÇÃO

 


Compartilhe esta notícia!