17.7 C
Araçatuba
quarta-feira, junho 29, 2022

Rodrigo Santana doa área ao Estado para construção de casas populares

Em visita a São Paulo nesta semana, a fim de oficializar a doação dos lotes para a construção de um novo empreendimento habitacional no município, o prefeito de Santo Antônio do Aracanguá, Rodrigo Santana (DEM), recebeu do deputado federal licenciado e atual o secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia (DEM), a confirmação da parceria para o início da construção de 65 moradias no distrito de Vicentinópolis, por meio da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo. A área doada tem 12.869,82 metros quadrados.

“Estamos aqui na secretaria estadual da Habitação, recebendo meu amigo prefeito Rodrigo Santana, que veio fazer a doação oficial dos 65 lotes do município ao governo estadual e, a partir de agora, sob o comando do governador Geraldo Alckmin, vamos construir novas moradias para a população do município de Santo Antônio do Aracanguá”, afirmou o secretário por meio de vídeo enviado à população por meio de redes sociais. “Espero Rodrigo, nos próximos meses, estar iniciando as obras para o mais rapidamente possível realizarmos o sonho da população do município”, confirmou.

Na mesma mensagem dirigida aos moradores, o prefeito agradeceu o empenho do secretário e de toda a equipe da CDHU, na liberação das 65 novas moradias e destacou a necessidade da luta contínua para solucionar a questão da habitação no município. “Só temos a agradecer o empenho do nosso secretário e toda sua equipe. Aracanguá recebe essas moradias com muita satisfação”, ressaltou o prefeito.

Segundo Santana, após a doação do terreno para a CDHU, a construção das novas moradias para o distrito de Vicentinópolis já está consolidada e vai ajudar 65 famílias a realizarem o sonho da casa própria. “Estamos vencendo mais uma etapa na luta por mais moradias, mas os nossos esforços não param por aí. Continuaremos com muita força de vontade, o nosso empenho para que possamos garantir um teto, uma moradia digna para quem precisa”, afirmou.

Da Redação

Ultimas Noticias