CONTEMPLADA - Andradina é cortada pela Rodovia Marechal Rondon, que faz parte do programa de concessão

Polícia Rodoviária Estadual se prepara para Operação Natal 2020

Compartilhe esta notícia!

A Polícia Rodoviária Estadual começa a partir de meia noite de quinta-feira (24) a ‘Operação Natal 2020’ em toda a malha rodoviária do estado de São Paulo. Os trabalhos só devem terminar no último minuto de domingo (27). O efetivo administrativo estará nas rodovias para auxiliar na intensificação da fiscalização.

São mais de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais. O policiamento ostensivo está direcionado às áreas de incidência criminal e de sinistralidade viária, de forma a aumentar a percepção de segurança de todos os usuários que necessitem fazer deslocamentos entre municípios e estados.

“Durante todos esses dias, a atuação do Policiamento Rodoviário, objetivando sedimentar condições de trafegabilidade cada vez mais seguras, conscientes e humanizadas, realizará fiscalizações voltadas ao comportamento dos usuários das rodovias, com foco na embriaguez ao volante, no excesso de velocidade, nas ultrapassagens proibidas, no uso indevido do celular (smartphone), verificando ainda, o uso de cintos de segurança e dos dispositivos de retenção para crianças”, informou a PRE.

Além do efetivo policial, os agentes contarão com o apoio contínuo das concessionárias de rodovias, DER (Departamento de Estrada de Rodagem), Artesp, entre outros. Por conta do cenário de pandemia de coronavírus, as concessionárias da região não divulgaram estimativa de passagem de veículos entre os dias analisados.

ORIENTAÇÕES

Os motoristas devem verificar regularmente itens básicos do veículo, como: o óleo, os pneus, luzes (farol, pica-alerta e setas) e freios. Além disso, os motoristas devem respeitar as leis de trânsito como: não ingerir bebidas alcoólicas antes de dirigir, sempre usar o cinto de segurança, não exceder o limite de velocidade e não utilizar o celular ao volante. Quando houver criança no veículo, deve-se observar a Lei da Cadeirinha (Resolução N° 277 do Contran), que determina que bebês de até um ano de idade devem ser transportados no bebê conforto, de costas para o painel. De um a quatro anos, as crianças devem ser colocadas em cadeiras para auto. Entre quatro e sete anos e meio, o ideal é que utilizem assento de elevação. Já crianças acima de sete anos e meio até dez anos devem viajar somente no banco traseiro, com a utilização do cinto de segurança. Após os dez anos de idade, a criança poderá viajar no banco dianteiro utilizando o cinto de segurança.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Aean vai sediar reunião de entidades regionais de engenheiros e arquitetos

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Nesse sábado (19), a Aean (Associação dos Engenheiros e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *