Home Mundo Brasil Passeio de trem por propriedades rurais permite que o visitante colha frutas direto do pé

Passeio de trem por propriedades rurais permite que o visitante colha frutas direto do pé

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Roberta Lage/SAA – SÃO PAULO

O trajeto, realizado por um trem, em São Miguel Arcanjo, dura em torno de 40 minutos e faz com que o turista aprecie além da bela paisagem, as maravilhas oferecidas pelo agro paulista! Durante o passeio, são visitadas cinco propriedades de frutas típicas da região como nêspera, uva, decopon, lichia, ameixa, romã, pêssego, maracujá, caqui e ainda há uma parada em uma estufa de olerícolas. O visitante pode entrar nas propriedades, colher direto do pé frutas frescas e saborosas e vivenciar experiências do campo! Ainda faz parte do passeio a parada em uma biblioteca, que possui o maior acervo de livros japoneses da América Latina!
Idealizado pela Associação Cultural e Esportiva de Colônia Pinhal, com apoio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) e de sua Regional de Itapetininga, o passeio visa promover o turismo local e aproximar o público urbano do rural.
Distante cerca de 145km da capital paulista, São Miguel Arcanjo tem sua economia voltada para o setor agrícola, com o predomínio do cultivo de uvas do tipo Itália e Rubi. Outra variedade que cresce muito na cidade é a uva rústica de mesa, como a niagara, que atualmente é responsável por 40% da produção do estado paulista. Além das frutas, o município conta com cultivos da batata, soja, milho e feijão.
A ação de fortalecimento ao turismo rural local contou com o apoio do Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, do Governo do Estado, implementando pela CDRS, com apoio do Banco Mundial. No total, foram investidos R$ 342 mil, sendo R$ 239 mil apoiados pelo Governo e foi possível adequar a infraestrutura para o turismo rural receptivo e a compra de um trenzinho usado para levar turistas às propriedades rurais. A Associação, composta por cerca de 50 famílias, adequou sistema hidráulico, rede de gás, substituição de portas, instalação de exaustores, sistema elétrico e pintura. Com a verba também foi possível comprar carreta, geradores, kit de antena e roteador, kit de informática e multimídia, entre outros itens.
Com tudo preparado e adequado foi possível receber com segurança a sociedade. “Algumas propriedades dos associados da Colônia Pinhal passaram a receber os turistas para um “colha e pague” de frutas, permitindo que eles vivenciem de perto o trabalho no campo”, afirma Lena Maki Kitahara, engenheira agrônoma da Casa da Agricultura de São Miguel Arcanjo, que informou que este é apenas o começo dos investimentos no turismo agro local e que novos investimentos poderão ser feitos a médio e longo prazos. Fábio Yamada, vice-presidente da Associação, conta que em 2018, mais de 300 pessoas fizeram o trajeto nas propriedades e em datas onde há festival ou evento na comunidade, a demanda de viagens aumenta.
O trem turístico comporta 25 pessoas e o veículo opera conforme a demanda. As pessoas interessadas em fazer o trajeto turístico podem agendar uma data e obter informações de valores pelo e-mail coloniapinhal@gmail.com ou pelo telefone (15) 99815-5656. Nos dias 10 e 11 de agosto haverá o Festival da Nêspera, na sede da Associação Cultural e Esportiva de Colônia Pinhal e os passeios também serão realizados.

 

 


Compartilhe esta notícia!