21.5 C
Araçatuba
terça-feira, agosto 16, 2022

O que causam as varizes? Médica explica os mitos, verdades, tratamentos e formas de prevenção

Além de serem incômodas esteticamente, as varizes podem provocar grandes problemas de saúde, como feridas e, até mesmo, tromboses. Considerado um problema circulatório que, muitas vezes, ocorre por ordem genética, esse tipo de problema possui diversos tipos de tratamento, sendo que em casos mais avançados podem ser necessários, até mesmo, procedimentos cirúrgicos.
Em conversa com a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a médica araçatubense Dra. Ana Gabriela Falcão, que é cirurgiã vascular, comentou que um dos principais fatores para o desenvolvimento de varizes está na genética. Falta de exercícios e excesso de peso também podem ser fatores determinantes.
“A causa mais comum é a carga genética. Ter um histórico familiar com mãe e pai com varizes já é um grande fator. Associado a isso a gente precisa de outros fatores como sedentarismo, obesidade, o hormônio anticoncepcional, ficar muito tempo sentado ou muito tempo em pé, são gatilhos para aparecimentos das varizes”, explicou a médica.
Segundo ela, questões como utilização de salto alto, exercícios de musculação, subir escadas ou até mesmo depilação, não são capazes de causar o problema das varizes.
A médica explica que este não é apenas um problema estético. Em fases mais avançadas, as varizes podem provocar problemas à vida normal do indivíduo.
“Varizes não são só problemas estéticos. São veia tortuosas que ficam embaixo da pele e quando elas vão aumentando de tamanho elas dão umas saliências na pele, ficando mais visíveis. Elas causam dor, desconforto, formigamento e inchaço nas pernas, então elas não são só estéticas”, disse. “É claro que a eliminação das varizes vai trazer consequentemente um tratamento de saúde, funcional e estético. Melhora a aparência da perna com o tratamento das varizes”, completou.
A doutora ainda explica que é possível que apareçam varizes em outros lugares além das pernas, como nos braços e até mesmo no esôfago. Porém, nestes casos, as varizes derivam de outras doenças.
Tratamento
De acordo com a Dra. Ana Gabriela Falcão, existem vários tratamentos para as varizes e quanto mais cedo for feito o acompanhamento, menores são as chances de haver necessidade de tratamento cirúrgico.
“As varizes cirúrgicas são aquelas de grosso calibre, são varizes mais grossas, que são mais visíveis, que geralmente tem uma coloração azulada. Essas a gente faz uma opção maior por tratamento cirúrgico. Varizes menores tem outros tratamentos, que é a escleroterapia, que é a aplicação para secar os vasinhos, que são aqueles vasinhos avermelhadinhos, roxinhos, que ficam parecendo umas aranhinhas. As varizes de médio calibre a gente pode tratar também com aplicação de espuma, que a gente conhece como espuma densa, é um tratamento não cirúrgico”, explicou a médica.
Prevenção
Exercício físico e deixar as pernas para cima sempre que possível são boas formas de tentar evitar o quadro de varizes, principalmente se houver histórico genético.
“A principal forma para evitar varizes é a atividade física. Quanto mais força muscular na panturrilha, menos vasinhos vão aparecer. Varizes são o retorno do sangue, então a gente precisa de um coração batendo na perna para que o sangue chegue mais adequadamente e mais fluxo lá para cima. Conforme você vai andando, a musculatura da panturrilha se contrai e com isso impulsiona o sangue para cima também, então facilita essa circulação. Se tiver oportunidade, chegar em casa e colocar a perna para cima que isso também já vai facilitar o retorno venoso, melhorando a circulação”, explicou a doutora.
A médica também lembra que é importante buscar tratamento nos primeiros sintomas ou primeiros vasos que aparecerem na pele.
“O surgimento de qualquer caso de varizes, quaisquer vasinhos, é uma doença crônica e progressiva. Surgiu o primeiro é melhor tratar e acompanhar, para que não chegue em grandes feridas, ou em grandes complicações como tromboses, que são consequências das varizes não tratadas ou tratadas tardiamente”, orientou.
A doutora Ana Gabriela Falcão dá mais dicas sobre varizes nas suas páginas profissionais no Facebook (Dra. Ana Gabriela Falcão) e no Instagram (@dra.anagabrielafalcao).

ATENDIMENTO – A médica atende na clínica Intercor, na rua São Paulo, em Araçatuba

Ultimas Noticias