Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo coronavírus (2019-nCoV), realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que atua como Centro de Referência Nacional em Vírus Respiratórios para o Ministério da Saúde

Navio chinês será inspecionado amanhã pela Anvisa

Compartilhe esta notícia!

Daniel Mello/ABr – SÃO PAULO

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) marcou para às 7h de hoje (18) a inspeção do navio Kota Pemimpin. A embarcação de bandeira chinesa atracou na noite de ontem (17) no Porto de Santos, em São Paulo. O trabalho será feito em conjunto com a vigilância epidemiológica do estado de São Paulo e do município de Santos.
Na última sexta-feira (14), o navio encaminhou, como parte a documentação necessária para aportar, o livro médico de bordo. Entre os registros, há o de dois tripulantes que tiveram sintomas gripais durante a viagem, com tosse e dor de garganta. No entanto, a Anvisa acabou descartando a possibilidade de se tratarem de casos de coronavírus. “Neste momento, não há nenhum tripulante doente no navio, não havendo motivo para preocupação”, diz comunicado da agência.
A embarcação ficará isolada durante a inspeção. “ A ação faz parte do reforço da Anvisa para o coronavírus, já que a embarcação teve o relato de dois casos com sintomas de tosse e febre”, informa a nota da Anvisa. Após a avaliação, o navio poderá receber o Certificado de Livre Prática, documento emitido a todas as embarcações que atracam nos portos brasileiros.
“Na maior parte dos casos, o documento é concedido de forma eletrônica (via rádio). No entanto, diante da comunicação de algum evento de saúde pelo capitão da embarcação, a emissão é vinculada a uma inspeção a bordo”, explica o comunicado da Anvisa.

CASOS SUSPEITOS
O número de pessoas suspeitas de contaminação pelo coronavírus no Brasil não teve alteração em relação a domingo (16), continuando em três casos. Dois pacientes estão em São Paulo e um no Rio Grande do Sul, onde são monitorados. Os três ainda não tiveram as amostras analisadas pelos laboratórios de referência.
“Os três casos são recentes, dois deles ainda estão sendo analisados pelo Lacen [Laboratório Central de Saúde Pública] e um está sendo encaminhado do Lacen para nosso laboratório especializado”, disse o secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo.
É possível que os casos sejam descartados para coronavírus ainda no Lacen ou que necessitem de uma análise mais detalhada, como é o caso de um dos pacientes.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Histórico: Carreata em favor do trabalho movimenta centenas de veículos em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Em um movimento histórico para Araçatuba, a carreata em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *