ENTREVISTA - Prefeito João Pandolfi, tendo à esquerda José Motta e à direita, doutor Orrélio Rocha e o vice, André Luiz - TALES QUEIROZ

Prefeito garante ampliação de 300% nas vagas de UTI-Covid

Compartilhe esta notícia!

ANTONIO CRISPIM

O prefeito João Luís Lopes Pandolfi e o vice-prefeito André Luiz Previato Kodjaoglanian, de Lins e o secretário municipal de Saúde, Orrélio Rocha, estiveram na manhã dessa sexta-feira na Santa Casa do município para conhecerem a estrutura da ala onde está sendo instalada a nova UTI-Covid. Foram liberados mais cinco leitos de UTI. Eles foram recebidos pelo presidente do Conselho, José Motta, o diretor executivo, Lourival Fernandes e pela enfermeira Ana Paula Benevides. Após a visita, o prefeito concedeu entrevista coletiva e anunciou a ampliação covid de 5 para 20 leitos, o que representa aumento de 300%. “Temos compromisso com a vida”, disse o prefeito João Pandolfi. A nova UTI está sendo instalada no quarto andar da Santa Casa. Durante a visita ao hospital, João Pandolfi mostrou interesse quanto à implantação do serviço de quimioterapia.

Na entrevista o prefeito linense disse que a área de saúde da administração estava preocupada com a limitação de leitos da UTI. O hospital tinha apenas 10 leitos, sendo que cinco foram destinados ao atendimento de pacientes positivos ou com suspeita de covid-19. Em reunião com a direção da Santa Casa, ele assumiu o compromisso custear mais cinco leitos, ampliando a capacidade em 100. Disse tratar-se de custo elevado, mas necessário diante do atual quadro.

Nessa semana, o prefeito esteve com o vice-governador Rodrigo Garcia e com o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Durante o encontro, foi informado que o governo iria liberar mais leitos de UTI para a área da DRS de Bauru, à qual Lins está subordinada. Foi confirmada a liberação de mais 10 leitos de UTI para a Santa Casa de Lins. Os leitos serão efetivamente liberados até o fim deste mês. Para o prefeito, a saúde merece atenção especial nesse momento, com também a questão econômica. “Não queremos perder linenses por falta de atendimento, como ocorreu em outras cidades, mas também não queremos o fechamento de estabelecimentos comerciais e as demissões”, enfatizou o prefeito, reafirmando o seu compromisso com um projeto político de resgate da cidade.

O secretário da Saúde, doutor Orrélio Rocha, um dos mais antigos profissionais ainda em atividade na região, se emocionou ao falar sobre a ampliação da UTI. Segundo ele, não precisará mais esperar vagar um leito de UTI para atender outro paciente. Doutor Rocha disse que aceitou o convite para devido ao projeto apresentado pelo prefeito João Luís e pelo vice-prefeito, André Luiz.

O vice-prefeito André Luiz Previato Kodjaoglanian falou rapidamente sobre a importância da ampliação dos leitos de UTI para garantir atendimento à população.

O presidente do conselho da Santa Casa, José Mota, destacou a importância da habilitação dos novos leitos. Segundo ele, isso só foi possível porque a instituição tinha concluído a reforma do quarto andar, possibilitando a ampliação da UTI Covid com novos leitos. Para ele, é uma situação de mais tranquilidade para todos, para quem trabalha no hospital, para os médicos e para a população, que não corre o risco de ficar desassistida por falta de leitos.

 

INICIATIVA

O prefeito João Pandolfi disse que todo o governo vinha acompanhando de perto o aumento de casos de covid no município. Diante desse quadro a administração decidiu agir. Como o governo estadual não havia sinalizado com a possibilidade de criação de novos leitos de UTI, a administração municipal tomou a iniciativa. “Então tivemos que achar uma solução caseira, e a solução caseira é cortar da própria carne. Não tem jeito, então como eu disse, os recursos não são como nós gostaríamos que fossem, mas a gente teve que buscar aí, realocar alguns recursos na parte da saúde para estar conseguindo montar esses cinco leitos aqui em tempo recorde”, disse o prefeito após visitar a área onde foram instalados os cinco leitos. “Eu pedi que fosse muito rapidamente, então começou essas tratativas no final da semana passada, quando nossa equipe veio aqui, visitou e viu que tinha condições, que tinha estrutura física para isso, e aí a partir de segunda-feira, eu bati o martelo e falei, se tem estrutura, dinheiro e recursos nós vamos arrumar e vamos estar fazendo isso daí”, acrescentou o prefeito, feliz por entregar este serviço.

De acordo com o prefeito, a situação será analisada a cada três meses. Ele disse que os números oscilam bastante. Por isso é necessária a reavaliação periódica. O contrato atual é de três meses. Ao final do período, será analisada a situação e havendo necessidade, será renovado. Neste primeiro ciclo de três meses, o investimento do município na Santa Casa será da ordem de R$ 740 mil.

Para o prefeito, além de garantir atendimento à população, ampliar as vagas de UTI é importante porque é um dos fatores para mudança de fase. Como ele previa, ainda não foi nessa semana que Lins saiu da fase vermelha, mas está confiante que na próxima reclassificação, haja alteração e o comércio volte a funcionar.

 

CONHECER – Prefeito João Pandolfi e o vice, André Luiz, visitam a unidade onde estão a nova UTI

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Fiscalização autuou e fechou sete estabelecimentos

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – LINS No fim de semana uma força-tarefa foi mobilizada em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *