VIOLÊNCIA - Na noite de terça-feira,  Luiz Henrique Rocha foi executado com vários tiros WILLIAM ABDALLA

Lins registra três execuções em menos de uma semana

ANTÔNIO CRISPIM

A Polícia Civil de Lins está investigando três execuções com vários tiros. Na sexta-feira (24), o corpo de Vitor Aurélio Alves da Silva, de 36 anos, foi encontrado no porta-malas de um carro carbonizado. No sábado (25), por volta de 22h30, foi assassinado com vários tiros Rafael Barbosa Alonso, 29 anos. O crime foi na Rua Manoel do Careno, no Jardim Bandeirantes. Pouco depois das 20 horas de terça-feira, foi assassinado Luiz Henrique Rocha, 42 anos. O crime foi na Rua Doutor Luís Gomes do Val, no Bairro do Ribeiro. Os crimes tiveram muitos pontos em comum. Um fato que chamou a atenção da polícia foi o elevado número de tiros. Rafael Alonso foi executado com mais de 20 tiros, enquanto na cena da morte de Luiz Henrique Rocha a perícia encontrou pelo menos 11 cartuchos deflagrados, possivelmente 9 milímetros. Já Vítor Aurélio tinha fraturas no crânio. Ele pode ter sido assassinado com pancadas.

Na sexta-feira, o corpo de Vitor Aurélio Alves da Silva (identificado posteriormente), foi encontrado carbonizado no porta-malas de um carro também destruído pelo fogo. O veículo em chamas foi visto por moradores próximo ao bairro Dona Eugênia que acionaram a o Corpo de Bombeiros. Após debelar as chamas, os bombeiros localizaram o corpo queimado no porta-malas. Moradores relataram à polícia que viram dois homens, que teriam colocado fogo no veículo, caminhando em direção ao Residencial Franco Montoro. Posteriormente, familiares relataram o desaparecimento de Vítor, que foi identificado também pela arcada dentária. A mulher dele informou que o havia visto por volta de 6h30 de sexta-feira, no mesmo veículo incendiado, cuja placa era de Arapongas (PR). Os policiais estiveram na casa de Vítor e com autorização de sua mãe, fizeram buscas, encontrando objetos para embalagem de drogas e resquícios de drogas como cocaína, crack e maconha. Ele tinha passagem por tráfico.

No sábado, a polícia apurou que a vítima e a sua esposa, Daniele Cristina Prado estavam bebendo em um bar e acabaram discutindo. Os dois saíram para ir para casa de parentes. Rafel Alonso seguia logo à frente. A mulher estava atrás, Quando a vítima estava em frente à residência de familiares, a testemunha viu pelo menos seis pessoas dispararem contra seu marido. Os assassinos fugiram para a uma mata existente ao lado da residência. No local a polícia apreendeu cartuchos de diferentes calibres. Foram disparados vários tiros a curta distância, que atingiram o rosto da vítima. Foram mais de 20 tiros. Havia estojos a distância superior a 20 metros, o que demonstra mais de uma pessoa atirando. Vizinhos, que preferiram ficar no anonimato, disseram que ouviram muitos tiros, mas que ficaram dentro de casa temendo a reação dos assassinos.  Rafael Alonso, que sofreu atentado anteriormente, cumpriu pena na penitenciária de Avanhandava.

O terceiro crime aconteceu no Bairro do Ribeiro. Luiz Henrique Rocha, que também era conhecido nos meios policiais, foi morto dentro do quintal. Ele e a esposa estavam morando na residência da mãe dela há dois dias, pois estavam vendendo os móveis para irem para o Estado do Paraná. Ele foi morto perto do portão de entrada de carro, na parte interna do imóvel. No local os policiais encontraram pelo menos 11 cartuchos deflagrados. A polícia apurou que os assassinos fugiram em um carro escuro. Luiz Henrique tinha ferimentos no peito, abdome e braço.

 

INVESTIGAÇÃO

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de Lins, e outras unidades da Polícia Civil estão empenhadas nas investigações das três execuções. Os trabalhos estão sendo coordenados pelo titular da DIG, delegado Wanderley Gonçalves Santos. Fontes ligadas à policia revelaram que estão trabalhando com várias linhas de investigação e não descartam que os três crimes estão interligados. (Colaboração William Abdalla)

CARBONIZADO – Corpo de Vítor Aurélio Alves da Silva foi encontrado em carro carbonizado
REPRODUÇÃO

Veja também

Polícia Ambiental fiscalizou 30 pontos de venda de peixe

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Nos dias de 21 e 22 de outubro de 2021 a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *