VACINAÇÃO - Mariana Batelochi e o vice-prefeito André Luiz Kodjaoglanian falam da importância da imunização

Diretora da vigilância de Lins afirma que vacina protege contra variantes do coronavírus

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – LINS

A eficácia das vacinas foi tema de uma transmissão feita na última sexta-feira (12), por redes sociais, pela diretoria da vigilância epidemiológica de Lins, Mariana Batelochi.

No vídeo, ao lado do vice-prefeito André Luiz Kodjaoglanian, ela explicou que o município, assim como todo o país, está fazendo a imunização com as doses da CoronaVac e da AstraZeneca, sendo que todos os que já estão tomando a segunda dose tomaram a CoronaVac, que tem um período menor entre as doses (de 15 a 28 dias).

Mariana afirmou que as vacinas têm mais de 50% de eficácia e que protegem contra as variantes P1 e P2, que estão em circulação no país neste momento.

“Ambas as vacinas têm 50% de eficácia, número considerado ideal pela Anvisa para uso emergencial”, afirmou na live.

A imunidade contra a covid-19, porém, só é alcançada após 15 dias de tomada a segunda dose, segundo a diretoria da vigilância linense. Ela ainda afirmou que o resultado da vacinação não deve ser visto de forma individual e sim de uma forma total, com possível diminuição no número de contaminados e internados por causa da doença.

“A vacina é nossa única esperança”, enfatizou Mariana durante a transmissão.

Nesta segunda-feira, o município de Lins segue a vacinação para idosos de 75 e 76 anos e pessoas acima desta idade que ainda não tomaram a primeira dose. As vacinas estão disponíveis nos postos de saúde.

Secretário de Saúde

O secretário de saúde de Lins, Dr. Orrélio Rocha, seguia internado na UTI do Hospital São Francisco com diagnóstico positivo de covid-19. Ele, que é médico do próprio hospital, além de titular da pasta, chegou a tomar as duas doses da vacina contra a covid, porém foi infectado antes do período de início da imunização da vacina no corpo.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da prefeitura de Lins, o secretário segue intubado, porém apresentou melhora clínica nas últimas horas.

Ele foi infectado pela covid-19 no último domingo, dia 7 de março, e na terça-feira precisou ser internado.

Prefeito

Já o prefeito João Pandolfi (PP) segue em isolamento em sua casa. Ele teve a covid-19 detectada no último dia 5 de março, e desde então está afastado de suas atividades na prefeitura.

Segundo informações obtidas pela reportagem, Pandolfi apresentou rouquidão nos últimos dias, mas está se recuperando bem.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Sem pacientes, enfermaria covid fecha as portas

Compartilhe esta notícia!  Depois de um ano e quatro meses de muito trabalho e luta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *