20.3 C
Araçatuba
segunda-feira, junho 27, 2022

FIM DE SEMANA REGISTRA DUAS MORTES NO TRÂNSITO DA REGIÃO

O fim de semana foi marcado por violência no trânsito na região de Araçatuba. Acidentes e um atropelamento deixaram duas pessoas mortas e duas feridas em Andradina, Ilha Solteira e Pontalinda.

Na noite de domingo (15), o assentado João Tumaz de Alencar, de 50 anos,  perdeu a vida enquanto andava de bicicleta pela estrada vicinal Nemezião de Souza Pereira, próximo a um assentamento. De acordo com informações levantadas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a vítima morava nas imediações.

O motorista de um veículo desconhecido atropelou o homem e fugiu sem prestar socorro. O corpo de Alencar só foi descoberto alguns minutos depois do ocorrido por moradores das proximidades. Equipes do Resgate chegaram a ser acionadas, mas a vítima já estava morta. O local foi isolado após a chegada da Polícia Militar para o trabalho da perícia técnica. Um laudo deverá sair nos próximos dias para ajudar nas investigações.

O homem completaria 51 anos no mês que vem. Nenhuma testemunha presenciou o atropelamento, o que dificulta o trabalho de investigações da Polícia Civil. Existe a suspeita de que o atropelamento tenha sido causado por um veículo de tamanho médio. Até o fechamento desta edição, o suspeito não havia sido localizado.

PONTALINDA

Ainda na noite de domingo, mais acidente com morte na região. Dessa vez, em Pontalinda, município que fica a 88 quilômetros de Araçatuba. Uma caminhonete ficou irreconhecível depois de bater de frente contra um caminhão carregado com bagaço de cana-de-açúcar.

Segundo o que foi levantado pela reportagem, o motorista, de 31 anos, seguia no sentido de Pontalinda a Jales pela rodovia Elyéser Montenegro Magalhães (SP-463) quando teria tentado ultrapassar um caminhão. O homem não conseguiu completar a manobra e acabou sendo atingido lateralmente pelo canavieiro, que estava no sentido contrário.

Com o impacto da batida, a caminhonete ficou completamente destruída. O condutor morreu no local. Já o passageiro, de 25 anos, ficou em estado grave e foi socorrido para a Santa Casa de Jales, onde permanecia internado.

O caminhão envolvido no acidente tombou às margens da rodovia. O motorista não se feriu. Parte da carga ficou espalhada pela pista e, por isso, a rodovia teve que ser interditada por aproximadamente três horas, até que toda a limpeza fosse feita no local.

ILHA SOLTEIRA

Um pouco mais cedo, na tarde de domingo, um grave acidente foi registrado na rodovia dos Barrageiros (SP-595), em Ilha Solteira. Um caminhão capotou às margens da pista depois de um dos pneus estourar.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual, o veículo era conduzido por um motorista de 32 anos. No banco de passageiros estava um adolescente de 17. Os dois saíram de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, e seguiam para Jales quando o incidente aconteceu.

O condutor perdeu o controle da direção e capotou logo em seguida. Os dois foram socorridos pelo Resgate e ambulâncias do município até ao Hospital Regional de Ilha Solteira com ferimentos leves. A unidade hospitalar não informou o estado de saúde dos pacientes e se os mesmo teriam recebido alta.

TRÂNSITO VIOLENTO

Há pouco mais de uma semana, uma batida entre dois carros deixou cinco mortos na rodovia Feliciano Sales Cunha (SP-310), em General Salgado. A batida aconteceu por volta das 16h30 o feriado da Revolução Constitucionalista. De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, testemunhas contaram em depoimento à polícia que os três amigos, identificados como Luiz Paulo Amaral do Nascimento, 18, Ítalo Magno Filadeufo, 18 e João Otávio Araújo Ribeiro, de 17 anos, voltavam de uma festa no distrito de São Luiz do Japiúba e seguiam em direção a General Salgado, cidade em que moravam.

Luiz Paulo estaria na direção do veículo VW/Gol pela rodovia quando na altura do quilômetro 553 tentou ultrapassar um caminhão. Nesse momento, o carro acabou atingindo o segundo automóvel Ford/Fiesta frente. O carro era conduzido por Afonso Cardoso, de 74 anos. Ele morreu no local. A esposa, Fátima Cardoso, 54, chegou a ser socorrida com vida e foi transferida para o pronto-socorro da Santa Casa de Araçatuba com ferimentos graves. Algumas horas depois, a mulher também não resistiu e morreu.

Ultimas Noticias