14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

AS MULHERES JÁ SÃO MAIORIA NA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA DA MARINHA DO BRASIL

Durante o 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação realizado em Joinville-SC, que reuniu cerca de 3 mil pessoas, entre alunos de graduação, pós-graduação, pesquisadores e profissionais da área, o pós-doutorando, o araçatubense Edwaldo Costa, do Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) apresentou artigo apontando mudança no mercado jornalístico nas últimas décadas referente ao Departamento de Produção e Divulgação da Comunicação Social da Marinha do Brasil.

Na apresentação, o pesquisador que também trabalha no Centro de Comunicação Social da Marinha enalteceu o espaço maior conquistado pelas mulheres em uma área antes dotada de presença masculina, a igualdade na remuneração salarial e a meritocracia no processo de seleção. Complementou que a Marinha do Brasil foi à primeira entre as Forças Armadas brasileiras a admitir mulheres, promover uma mulher ao posto de Almirante, que têm mulheres servindo na ONU e que em 2018, foi sancionada a lei que permite às mulheres ingressar a todos os cargos de oficiais da Marinha, inclusive os da Armada e de Fuzileiros Navais.

Ainda no Congresso, Edwaldo foi convidado para integrar o júri do Expocom Nacional (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação) para a categoria Jornalismo e ser debatedor do Intercom Júnior – Divisão Temática: Comunicação Audiovisual. No final do mês ministra palestra sobre Jornalismo Esportivo para alunos da graduação da USP e apresenta pesquisa sobre Jornalismo e Seleção Brasileira de Futebol, no III Simpósio Internacional de Estudos sobre Futebol, que acontece no Estádio do Pacaembu/Museu do Futebol.

Da Redação

Ultimas Noticias