21.9 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Varejo teve crescimento no país em 2021 e Araçatuba se destacou na abertura de empreendimentos

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Balanço divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, mostrou que o país teve um saldo positivo de mais de 204 mil lojas abertas no comércio varejista no ano de 2021 em comparação ao ano imediatamente anterior.

E Araçatuba fez parte deste crescimento com a chegada de diversos estabelecimentos. Dentre os novos empreendimentos, a Jorrovi Calçados, rede que chegou de Presidente Prudente, instalou-se no calçadão com o objetivo de dominar o mercado de calçados na área central.

Na época, a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL esteve no local e ouviu de um dos gerentes, Pedro Moretti, que o projeto para Araçatuba era grandioso.

“A gente inaugurou em Araçatuba para ser a maior, para ser a que mais fatura e eu tenho certeza que a cidade suporta isso. A gente vai ser a maior Jorrovi da rede, isso depende só do nosso cliente, depende da gente também, e a gente vai para cima”, afirmou o gerente.

Segundo o outro gerente da loja, Wellington Marco, uma pesquisa apontou Araçatuba com um bom mercado a ser explorado.

“Fizemos uma pesquisa da região e vimos que Araçatuba é uma cidade muito boa, é um lugar bom para se morar, e o comércio é muito bom, com movimento, então temos certeza que Araçatuba precisa de uma loja de calçados completa. Temos certeza da qualidade de vida e do lugar bom que é Araçatuba”, disse à época.

Além da Jorrovi, outros empreendimentos chegaram. Desde outras lojas de calçados como a Passalletti, até empreendimentos de outros segmentos, como a joalheria Vivara e a rede de óticas Chili Beans. 

Na área gastronômica foram muitos investimentos, com destaque para a lanchonete Jerônimo Track. O grupo Madero, inclusive, não descarta ampliar os negócios na cidade.

“Não descartamos ampliar, em breve, os investimentos, trazendo uma segunda unidade do Madero”, afirmou na época da abertura Paulo Forte, diretor de expansão do grupo.

CNC

As microempresas foram destaque na abertura de empresas no Brasil em 2021, respondendo por 77,4% do saldo positivo com mais de 158 mil novos estabelecimentos. Já as pequenas empresas tiveram quase 30 mil novas lojas, ou 14,7% do total.

O estado de São Paulo respondeu pela abertura de mais de 55 mil empresas ao longo de 2021. 

“A flexibilização das restrições impostas ao varejo em diversos estados e municípios, especialmente após o fim da segunda onda da pandemia, e o avanço da vacinação, contribuíram para a tendência de aumento da circulação de consumidores e, certamente, estimulou o movimento de reabertura de estabelecimentos comerciais”, explicou o presidente da CNC, José Roberto Tadros, em nota enviada à imprensa.

 

Ultimas Noticias